Logo Observador
Estranha Natureza

O segredo que os figos escondem

4.678

Debaixo da doçura de um figo há um ciclo de vida algo temível para quem aprecia estes frutos. Leia o artigo e descubra-o. Uma pista? Envolve vespas. Muitas vespas.

Não há forma simpática de escrever isto: sempre que come um figo, está também a comer vespas. São insetos da família Agaonidae que polinizam as flores da figueira. Na verdade, cada uma das espécies de figueira vive em simbiose perfeita com uma espécie particular de vespa: o animal entra no fruto para deixar os ovos e depois acabam por transportar o pólen das plantas, permitindo a reprodução destas. É tudo explicado pelo ABC.

Voltando à terrível verdade: vale a pena repetir, sempre que come um figo, está também a comer vespas. Como? O figo tem um buraco por natureza, na base, está a ver? . É muito estreito, mas as vespas esgueiram-se através dele para o interior do fruto. Depois de depositar os ovos, as vespas morrem e são absorvidas pelo fruto. No seu interior, as pequenas vespas crescem. Os machos acasalam com as fêmeas e morrem de seguida. As fêmeas abandonam o figo, já fecundadas e cobertas do pólen da figueira.

É assim que, quando colhemos um destes frutos, acabamos por comer o fruto doce e umas quantas vespas macho mortas dentro dele.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt