Mediterrâneo

Parlamentos da União para o Mediterrâneo pedem hoje mais apoio humanitário para migrantes

Os presidentes dos parlamentos dos países da União para o Mediterrâneo (UpM) reúnem-se hoje em Lisboa e vão recomendar à União Europeia a criação de mais canais humanitários e vistos.

PAO/Mittelmeer / HANDOUT/EPA

Autor
  • Agência Lusa

Os presidentes dos parlamentos dos países da União para o Mediterrâneo (UpM) reúnem-se hoje em Lisboa e vão recomendar à União Europeia a criação de mais canais humanitários e vistos para enfrentar chegadas de migrantes em situação de emergência.

A recomendação constará da declaração final da II Cimeira de Presidentes da Assembleia Parlamentar da UpM, dedicada à Imigração, Asilo e Direitos Humanos na Região Euro-Mediterrânica – que será dirigida pela presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves -, e que vai ser enviada às instituições da União Europeia e aos Chefes de Estado e de Governo da União para o Mediterrâneo.

Além da II Cimeira de presidentes dos parlamentos, cujo encerramento estará a cargo do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, decorre hoje e na terça-feira, também em Lisboa, a Assembleia Parlamentar da UpM.

Criada em 2008, a União para o Mediterrâneo integra os 28 países da UE e outros 15 da bacia do Mediterrâneo (como Marrocos, Turquia, Israel e Jordânia), assim como a Autoridade Palestiniana.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
União Europeia

É tempo de um Ano Europeu do Silêncio

Timothy Garton Ash

As palavras ultrapassam sempre os atos na política, mas mais na UE do que em qualquer outro lado. Portanto, aqui vai uma proposta modesta: os nossos líderes devem declarar um Ano Europeu do Silêncio.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site