Logo Observador
Crimes Sexuais

Ex-diretora de lar de Reguengos de Monsaraz acusada de abuso sexual de menores

O Ministério Público deduziu acusação contra a antiga diretora técnica do lar de infância e juventude da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz pela prática de abuso sexual de menores, maus tratos, sequestro agravado e peculato.

Manuel Moura/LUSA

O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra a antiga diretora técnica do lar de infância e juventude da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz pela prática de abuso sexual de menores, maus tratos, sequestro agravado e peculato.

A acusação, divulgada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, resulta de um inquérito relativo a factos praticados, entre 2008 e 2014, no Lar Nossa Senhora de Fátima da Santa Casa da Misericórdia (SCM) de Reguengos de Monsaraz, encerrado no final de maio e que acolhia crianças e jovens em risco.

Numa nota publicada na página da Internet do DIAP de Évora, o MP informa que também deduziu acusação contra a SCM de Reguengos de Monsaraz e respetivo provedor por crimes de maus tratos e sequestro agravado, por omissão.

Outros quatro elementos da equipa técnica do lar de infância e juventude estão também acusados pelo MP da prática de sequestro e maus tratos e dois funcionários por crimes de maus tratos, acrescenta a mesma nota.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Férias

O Sport-Billy não tinha filhos

Tiago Duarte

Há um dia em que um filho se transforma em pai e verifica que está sozinho. Só ele, a mala do carro e uma montanha de sacos e saquinhos que a sua mulher vai depositando na entrada da casa.