Web Summit

Uniplaces capta investimento de 22 milhões. É a maior ronda Série A de uma portuguesa

902

A ronda anunciada esta terça-feira por Miguel Amaro é liderada pelo fundo Atomico, de Niklas Zennstrom, líder do Skype. E é a maior Série A alguma vez realizada por uma empresa portuguesa.

Miguel Santo Amaro, Mariano Kostelec e Ben Grech fundaram a Uniplaces em 2012

D.R.

O anúncio chegou pela voz de Miguel Santo Amaro no primeiro dia da Web Summit: a Uniplaces angariou cerca de 22 milhões de euros (24 milhões de dólares) numa ronda de investimento Série A – o valor mais elevado alcançado por uma empresa portuguesa. A Farfetch somou cerca de 20,4 milhões de euros neste tipo de investimento e a Talkdesk somou cerca de 19 milhões de euros.

A operação, que também é uma das maiores Série A internacional deste ano, foi liderada pelo fundo de investimento Atomico, de Niklas Zennstrom, cofundador e presidente do Skype. Juntaram-se as capitais de risco portuguesas Caixa Capital e Shilling Capital Partners, bem como a britânica Octopus Ventures. 

O nosso objetivo tem sido o de transformar um processo extremamente difícil, antiquado e burocrático, num processo online simples, seguro e moderno. Começamos pelo alojamento, mas vamos mudar toda a experiência dos estudantes. Temos grandes planos para o futuro”, afirma Miguel Amaro, no comunicado que também foi enviado às redações.

A Uniplaces é uma plataforma online dedicada ao alojamento de estudantes universitários e foi fundada em 2012 por três colegas universitários: Miguel Santo Amaro, Mariano Kostelec e Ben Grech, que estudavam juntos nos Estados Unidos. Com esta nova ronda, querem transformar a Uniplaces numa “marca global de maior confiança” para os estudantes. 

Além das capitais de risco, o investimento contou com o apoio de vários business angels (investidores particulares) como os portugueses Henrique de Castro (ex-responsável pelas operações da Yahoo) e António Murta, fundador do fundo de investimento Pathena. Entre os nomes internacionais, registo para os fundadores da Trivago, 

Mattias Ljungmann, partner na Atomico, diz estar “muito orgulhoso em liderar esta ronda de investimento. A Uniplaces está a resolver um problema que todos os estudantes têm. 160 milhões de jovens estudantes pelo mundo inteiro procuram e precisam de uma forma melhor de arranjar alojamento”.

O novo investimento vai servir para apostar no desenvolvimento da plataforma e na consolidação da empresa nas 38 cidades onde está presente, bem como em novos destinos e novos serviços. Na Uniplaces, trabalham mais de 120 colaboradores e Martin Reiter, ex-responsável pela área da internacionalização do AirBnB, é conselheiro de desenvolvimento internacional na empresa. 

No mês de outubro, a Uniplaces já tinha anunciado ao mercado um novo serviço, a Garantia Uniplaces, onde a empresa passa a assumir o papel de fiador, ou seja, garante que os senhorios não percam dinheiro caso o estudante ou inquilino decida sair antes da data estipulada. A startup passa a assegurar a renda até que encontrem novo inquilino.

A Uniplaces é mais um excelente exemplo de que inovação está a decorrer por todo o mundo. Orgulhamo-nos em ser investidores da Uniplaces e acreditamos que a empresa se tornará líder mundial ao serviço dos estudantes”, afirmou Stephen Morais, administrador executivo da Caixa Capital.

Em 2015, a Uiplaces foi considera a melhor empresa para estagiar em Portugal e uma das três melhores na Europa. A distinção esteve a cabo da rede internacional InternsGoPro, liderada por jovens que querem elevar o padrão de qualidade dos estágios na Europa. Além disso, foram premiados com o Young Guns Award como sendo dos jovens empreendedores que mais se destacaram na Europa.

Em três anos, a Uniplaces registou mais de 30 mil quartos arrendados por estudantes de 140 nacionalidades, tendo já gerado cerca de 10 milhões de euros em valores de contrato para senhorios. 

Texto de Ana Pimentel (Dublin, Irlanda).
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site