Ílhavo

Câmara de Ílhavo dá por concluída requalificação do Museu da Vista Alegre

426

A obra de requalificação e ampliação do Museu da Vista Alegre encontra-se concluída, estando a decorrer a montagem dos conteúdos e percurso expositivo, revelou a Câmara de Ílhavo.

Autor
  • Agência Lusa

A obra de requalificação e ampliação do Museu da Vista Alegre encontra-se concluída, estando a decorrer a montagem dos conteúdos e percurso expositivo, revelou a Câmara de Ílhavo.

A autarquia, que aprovou na sua última reunião do regulamento do Museu, celebrou com a Vista Alegre um contrato de comodato para assumir aquele espaço museológico, bem como o Teatro da Fábrica, ambos alvo de intervenção profunda.

A obra de requalificação e ampliação do Museu da Vista Alegre, agora dado como concluída, representou um investimento superior a 2,5 milhões de euros, financiado em 85 por cento pelos Fundos Comunitários, através do Programa Operacional da Região Centro.

O espaço do Museu “apresenta-se agora renovado, aliando o tradicional ao moderno e potenciando a atração de novos públicos”, refere uma nota municipal em que a autarquia assume pretender dar “muito maior visibilidade à história que partilha”.

Com reabertura prevista para este ano, o Museu da Vista Alegre deverá passar a fazer parte da oferta cultural integrada do Município, conjugado com o Museu Marítimo de Ílhavo, que em 2015 bateu o recorde de visitantes e receitas e inclui o navio Santo André, a que deverá ser associado também o Laboratório Oceanográfico em construção na Gafanha da Nazaré.

Fernando Caçoilo, presidente da Câmara de Ílhavo, disse publicamente esperar que o trabalho em rede dos diferentes espaços museológicos venha a aumentar ainda mais o número de visitas, que já em 2015 superou as expectativas.

A requalificação do Museu da Vista Alegre é resultado da parceria entre a Vista Alegre Atlantis, SA e o Município de Ílhavo para a recuperação e ampliação do espaço envolvente ao “terreiro da Fábrica”, com o objetivo “de devolver à comunidade, e ao público em geral, a fruição de um património único, representativo da evolução da história da porcelana em Portugal”.

De acordo com o regulamento aprovado, o Museu Vista Alegre assume como missão “a salvaguarda, investigação e interpretação do património industrial da Fábrica de Porcelana da Vista Alegre, inspirando e motivando os públicos para a valorização e reconhecimento da cultura industrial cerâmica”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site