Legionela

Doze doentes do Hospital da Régua transferidos devido à presença de ‘legionella’

O diretor-geral da Saúde informou que vão ser transferidos 12 doentes do hospital da Régua, onde foi detetada a presença de ‘legionella’ na rede de água, embora nenhum tenha contraído a doença.

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

“O sistema de vigilância da qualidade da água identificou a presença da bateria ‘ legionella’ e, uma vez identificada, foram tomadas as medidas, sublinho, em termos de boas práticas, que devem sempre ser tomadas: reduzir o risco dos doentes aí presentes, e do pessoal, em contrair a infeção”, disse Francisco George à agência Lusa.

O presidente da Câmara da Régua, distrito de Vila Real, Nuno Gonçalves, avançou na quarta-feira à noite à Lusa ter sido informado de um surto de ‘legionella’ no hospital daquela cidade, uma situação que vai levar ao encerramento da unidade esta quinta-feira e à transferência de utentes e funcionários.

“A informação que temos também é pouca, mas o que nos informaram é que seria um surto de ‘legionella’ e que teriam de encerrar o hospital na quinta-feira, transferindo os doentes e o pessoal”, afirmou Nuno Gonçalves.

De acordo com Francisco George a medida de desinfeção da unidade hospitalar foi tomada a tempo, uma vez que não há doentes com a doença dos legionários, avançando que 12 doentes já se encontram a ser transferidos.

O autarca salientou que a comunicação sobre a “presença de ‘legionella'” no hospital de Peso da Régua foi feita à câmara municipal na quarta-feira pelo Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), onde a unidade de saúde está inserida.

“Claro que estou muito preocupado. Preocupado desde logo com os utentes e com os funcionários que estão no hospital e, depois, preocupado também porque isto está a causar algum alarme e a população está também a ficar assustada”, sublinhou Nuno Gonçalves.

O presidente referiu que o município vai solicitar mais esclarecimentos ao CHTMAD sobre esta questão e vai também reivindicar, junto da administração, que a “situação seja resolvida” e que “rapidamente o hospital possa voltar a estar em pleno funcionamento”.

“E que sejam tomadas medidas com atenção redobrada nas instalações e na qualidade das instalações para que situações destas não se voltem a repetir”, acrescentou.

O CHTMAD inclui os hospitais de Vila Real, Lamego, Chaves e Peso da Régua, unidade cujo encerramento esteve por diversas vezes em cima da mesa e que estava incluída na lista de hospitais que o Governo queria devolver às misericórdias.

A doença do legionário é uma pneumonia que afeta preferencialmente pessoas idosas, fumadoras, imunodeprimidas ou pessoas com doenças crónicas. A pneumonia provocada pela bactéria ‘legionella’ pode provocar a morte.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Estado

O Estado e a verdade

Rui Ramos

Este é um Estado que teve seis anos José Sócrates à frente do governo, carregado de suspeitas de corrupção, mentira e conspiração contra o Estado de direito – e nada fez para esclarecer as dúvidas.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site