Comida

Aqui Há Gato: já abriu o primeiro “cat café” de Lisboa

8.519

Prepare-se para fazer festas enquanto toma uma bica no primeiro café com gatos em Portugal. De um lado tem tostas e saladas, do outro uma biblioteca onde os residentes miam, brincam e fazem ronrom.

Não servem à mesa mas o café é deles. Bruno, Bruna, Nessie, Tâmara e Baguete. Dentro de dias chega o Tomé e está feita a meia-dúzia que prova: na nova cafetaria da Estrela alguma coisa se passa e é mesmo o que se lê na montra — Aqui Há Gato.

A ideia foi de Catarina Mendes, atenta a uma moda que veio do país do sol nascente e que não é sushi. “No Japão há cerca de 100 cat cafés, é um fenómeno”, conta enquanto deita o olho a Bruno, o felino mais traquinas do grupo e que resolveu saltar para um armário cheio de livros. “Uma japonesa trouxe o conceito para a Europa ao abrir um café com gatos na Áustria, em 2012, e eu desde aí que quero abrir um em Portugal.”

aqui há gato,

Todos os felinos estão há três semanas no espaço, para se ambientarem à nova casa e ao contacto com pessoas. © Hugo Amaral/Observador

O resultado de cinco anos de contas e estudos inaugura esta quarta-feira ao público no número 74 da Calçada da Estrela, em Lisboa. Pelo meio Catarina fez um MBA em Gestão, apresentou um projeto empresarial com a ideia e bateu à porta de investidores em horário nobre, na versão portuguesa do programa Shark Tank. “Só comecei a ver o cenário muito negro quando chegou a hora de falar com a ASAE”, diz, referindo-se à legislação que impede que haja animais em qualquer zona de restauração, excetuando cães guia. “Eu gostava que os gatos andassem à solta pelo café, como acontece lá fora, mas infelizmente não pode ser assim.”

Quando cruzam a porta, os clientes não têm por isso um felino a saltar-lhes para o colo ou aos esses por entre as pernas mas sim a área do café propriamente dita, onde os únicos gatos que existem estão retratados dentro de molduras ou impressos nas canecas e demais merchandising do espaço. Para respeitar a lei e os requisitos definidos pela autoridade de segurança alimentar, há uma parede de vidro a separar o ambiente da cafetaria de uma outra sala a que se deu o nome de biblioteca mas que mais parece uma casa decorada com móveis, sofás e cinco hóspedes permanentes — os gatos que toda a gente quer ver.

aqui há gato,

De um lado fica o café propriamente dito, do outro a biblioteca com os gatos. © Hugo Amaral/Observador

Através de um consumo mínimo de 5€ na cafetaria, o cliente tem acesso à área de lazer onde estão os gatos. Na carta há tostas, saladas, tortilhas, sumos naturais, bolos à fatia e os iogurtes da Yonest, mas se não quiser consumir nada, por 3€ tem direito a estar na companhia dos felinos durante uma hora e pode tomar um café, um chá ou uma água enquanto brinca com os mais atrevidos. “Muitas pessoas estranham porque é que têm de pagar, mas estes meninos comem e dão despesas”, diz Catarina. “Eu não quero que eles sejam usados mas também quero preservá-los. Todos os outros cat cafés são pagos e acaba por ser uma forma de filtrar os clientes.”

aqui há gato,

Os gatos têm direito à sua própria casa de banho resguardada de olhares alheios. Nem de propósito, no café o WC dos clientes está assinalado com os mesmos símbolos a separar homens e mulheres. © Hugo Amaral/Observador

Apaixonada por animais “desde sempre” e com dois gatos “mais velhotes” em casa, a empresária quer aproveitar o seu cat café para passar uma mensagem: “De certa forma quero privilegiar os gatos que têm algum tipo de deficiência para que as pessoas percebam que eles também são bonitos, meigos e brincalhões.” Que o diga Baguete, cego de um olho mas que não podia ser mais carinhoso, ou Nessie, portadora de FIV (a chamada Sida dos gatos) e uma das mais bonitas do grupo. Ambos vieram para o Aqui Há Gato através da Rafeiros SOS, e por entre os livros da biblioteca pode encontrar panfletos com informação sobre as várias formas de ajudar os animais da associação ou até consultar o histórico de adoções a decorrer.

Se há estudos que dizem que ver vídeos com gatinhos melhora a disposição e aumenta os níveis de energia, imagine do que são capazes cinco felinos jovens que só querem a sua atenção, sobretudo se tiver uma cana com uma pena na ponta para lhes agitar durante a pausa do café.

Nome: Aqui Há Gato
Morada: Calçada da Estrela, 74 A (Estrela), Lisboa
Telefone: 21 342 0607
Horário: De quarta a segunda das 10h às 19h, sextas e sábados das 10h às 20h
Preço Médio: 5€
Site: www.aquihagato.com.pt

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: adferreira@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site