Caso BES

Ricardo Salgado emite comunicado sobre notícias do Observador

Ex-presidente executivo do BES diz que está sempre disponível para prestar esclarecimentos na justiça e lamenta o que entende ser a "habitual e flagrante violação do segredo de justiça".

MÁRIO CRUZ/LUSA

A assessoria de imprensa de Ricardo Salgado emitiu um comunicado em nome do ex-presidente executivo do BES sobre as notícias que o Observador tem publicado sobre o caso BES e sobre o caso Monte Branco.

Enfatizando a ideia de que o ex-presidente executivo do BES, arguido nos dois processos acima referidos, “tem revelado o máximo respeito pelas autoridades judiciais, estando sempre disponível para prestar esclarecimentos quando para tal é solicitado pelas entidades competentes”, Ricardo Salgado afirma através da sua assessoria de imprensa que “não pode deixar de constatar e lamentar que estamos perante a habitual e flagrante violação do segredo de justiça com o intuito de contaminar a opinião pública num único sentido acusatório”.

O porta-voz do banqueiro acrescenta ainda que os artigos do Observador “não recorrem a factos objetivos, mas sim a interpretações e especulações descontextualizadas, em larga medida, com pouco sentido”.

Em todas as notícias que publicou sobre Ricardo Salgado, o Observador contactou-o previamente, confrontando-o com toda a informação. O ex-presidente executivo do BES preferiu não responder às primeiras perguntas, invocando o segredo de justiça. No caso da notícia publicada na manhã desta quarta-feira, e apesar de diversas insistências nesse sentido, o Observador não recebeu qualquer resposta de Ricardo Salgado.

Leia na íntegra o comunicado da assessoria de imprensa de Ricardo Salgado:

“COMUNICADO

O Jornal Observador, com repercussão noutros meios de comunicação social, tem vindo a publicar notícias com supostos relatos do que foi proferido pelo Dr. Ricardo Salgado em interrogatórios judiciais.

O Dr. Ricardo Salgado tem revelado o máximo respeito pelas autoridades judiciais, estando sempre disponível para prestar esclarecimentos quando para tal é solicitado pelas entidades competentes.

Não pode deixar de constatar e lamentar que estamos perante a habitual e flagrante violação do segredo de justiça com o intuito de contaminar a opinião pública num único sentido acusatório. Para esse efeito, os artigos em questão não recorrem a factos objectivos, mas sim a interpretações e especulações descontextualizadas, em larga medida, com pouco sentido.

O Dr. Ricardo Salgado manterá o seu comportamento leal e respeitador das investigações em curso, mas não deixará de se defender, no momento certo e no local adequado, que num Estado de Direito não poderá deixar de ser os Tribunais.”

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: lrosa@observador.pt
Justiça

A nossa (grande) ‘Quadrilha’

Filomena Martins
363

Não é estranho que nos últimos anos se tenham descoberto tantos suspeitos de crimes entre os mais poderosos do país? Eram todos bons rapazes antes ou só agora alguém teve coragem para os investigar?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site