Estados Unidos da América

O primeiro morto num acidente com carro em piloto automático

250

Uma testemunha diz que o homem, um entusiasta de veículos elétricos e com piloto automático, estaria a ver um filme enquanto o carro, um Tesla S, se conduzia sozinho numa autoestrada norte-americana.

Joshua Brown publicava na Internet vídeos do seu Tesla S em modo piloto automático

YouTube

Pela primeira vez, um automóvel com piloto automático fez uma vítima mortal. Joshua Brown, um antigo SEAL (força especial da Marinha dos EUA), morreu no seu Tesla modelo S após o veículo ter colidido com um camião. O acidente aconteceu a 7 de maio.

De acordo com o Daily Mail, o homem estaria a ver um filme de Harry Potter enquanto o carro se conduzia autonomamente. Foi o condutor do camião, Frank Baressi, de 62 anos, que descobriu o filme a ser reproduzido. “Ainda estava a passar quando ele morreu e bateu contra um poste de eletricidade ao fundo da estrada”, disse. Ainda assim, os relatórios da polícia não indicam que Joshua Brown estivesse de facto a ver um filme.

“Ele passou tão rápido pelo camião que eu nem o vi”, explicou ainda o motorista do camião. O sistema de piloto automático não detetou o camião e o condutor também não acionou os travões do carro.

O CEO da Tesla, Elon Musk, partilhou no Twitter uma mensagem de condolências pelo acidente, mas partilhou um comunicado em que a marca defende os seus carros.

De acordo com o comunicado da Tesla, “esta é a primeira fatalidade conhecida em mais de 130 milhões de milhas” (cerca de 200 milhões de quilómetros). Em todo o mundo, explica a marca, “existe uma fatalidade a cada 60 milhões de milhas” (cerca de 96 milhões de quilómetros).

A marca explica que “nem o piloto automático nem o condutor se aperceberam da parte lateral branca do camião, contra um céu muito iluminado, e por isso o travão não foi acionado”. O comunicado diz que o impacto aconteceu em “circunstâncias extremamente raras”, visto que a traseira do camião embateu no pára-brisas do automóvel. Se o impacto tivesse sido na frente ou na traseira do Tesla S, admite a fabricante, “o sistema de segurança teria, provavelmente, prevenido danos graves, como tem acontecido em numerosos outros acidentes”.

A marca lembra que, sempre que o piloto automático é accionado num carro Tesla, o condutor é alertado pela seguinte frase: “Mantenha as mãos no volante. Esteja preparado para tomar o controlo a qualquer momento”.

Joshua Brown era um entusiasta destes carros e tinha um canal no YouTube em que mostrava as suas experiências com o piloto automático. Antes do acidente fatal, Joshua já tinha evitado uma vez, por pouco, uma colisão com um camião branco, e colocou o vídeo desse episódio na Internet:

A Tesla descreveu Joshua como um “amigo da Tesla e da comunidade dos veículos elétricos” e sublinhou que o antigo militar “acreditava fortemente na missão da Tesla”.

O El País lembra que existe um “vazio legal” nesta situação, e que ainda não se sabe quem terá de assumir a responsabilidade. A NHTSA, autoridade responsável pela segurança rodoviária nos EUA, está a investigar o acidente.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Brexit

Quem disse que sair da Europa era fácil?

Diana Soller

Esperemos que o executivo britânico se reorganize depressa. Ainda que o divórcio tenha tido até agora pouco de litigioso, uma das partes põe paus na engrenagem. E nas separações todo o cuidado é pouco

Crianças

Há Natais e Natais...

Rute Agulhas

Pais, mães, avós e restante família alargada. Deixemos as crianças viver a magia do Natal. Acreditar, mesmo que seja a fingir, no Pai Natal e nas renas, e na fábrica de brinquedos, e nos duendes.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site