Casa Branca 2016

Hillary Clinton venceu o terceiro debate, mas com a menor margem de todos

A candidata democrata fez o pleno nas sondagens da CNN, mas foi perdendo percentagem à medida que Trump foi ganhando. Em temas específicos, espectadores mostram-se muito divididos.

Hillary continua a ter motivos para sorrir

GARY HE/EPA

Hillary Clinton venceu o terceiro e último debate para as eleições presidenciais dos Estados Unidos, segundo a habitual sondagem da CNN. A candidata democrata esteve melhor do que Donald Trump, acreditam 52% dos espectadores inquiridos. O republicano ficou-se pelos 39%, mas este foi o melhor resultado que obteve nos três debates, enquanto o de Hillary foi o pior.

No primeiro debate, a sondagem tinha dado a vitória a Clinton por 62% e, no segundo, por 57%. Já Trump obteve 27% no primeiro inquérito e 34% no segundo.

Nas perguntas sobre temas específicos, os inquiridos revelaram grande divisão. Os espectadores consideram que Hillary está mais bem preparada para tomar decisões sobre economia, mas a diferença para Trump é pequena (50% contra 48%). Os resultados são semelhantes quando o tema é imigração (50% para Trump, 48% para Clinton) e política orçamental (50% para Clinton, 46% para Trump). Já sobre política externa, 55% dos inquiridos considera que Hillary é mais competente do que o magnata republicano (41%).

Outro parâmetro em que os dois candidatos ficaram praticamente empatados foi o da sinceridade e autenticidade. Os votantes consideram que Donald Trump foi mais honesto no debate do que Hillary Clinton (47% contra 46%). Nos outros debates, a democrata tinha obtido vantagem neste tópico (53% contra 40%).

Para esta sondagem da CNN foram entrevistados 547 eleitores registados que assistiram ao debate desta madrugada.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Incêndios

O governo da desistência nacional

Rui Ramos

Houve quem tivesse notado que nenhum outro presidente da república fora tão duro desde o general Eanes. Mas o ponto é que também nunca um chefe de governo foi tão frouxo na sua resposta ao presidente.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site