Sociedade

Conversas Observador: vida e resiliência em debate no próximo dia 23

224

No próximo dia 23, o Observador e a Fidelidade juntam-se para falar sobre a vida e a resiliência. Com moderação de Laurinda Alves e entrada gratuita, o convite fica feito.

A adversidade da vida coloca-nos muitas vezes perante o abismo da decisão. Na ausência de soluções, o medo. No medo, a vontade de desistir, mas a verdade é que há (quase) sempre uma força que nos faz ficar. Continuar. Para que a vida não pare, para que tudo isto faça sentido.

É por isso que a próxima conversa offline promovida pelo Observador em parceria com a Fidelidade, vai centrar-se na superação, na resiliência e na vontade de fazer a vida avançar, mesmo perante toda a imprevisibilidade a que tantas vezes nos expõe.

Moderada pela jornalista Laurinda Alves, esta conversa contará com a presença de Maria João Sales, Multicare, Jaume Pradas, músico e cuidador, Joana Rigato, filósofa e Salvador Mendes de Almeida, fundador da Associação Salvador e Tiago Marques, cientista e investigador. O encontro tem lugar marcado para o próximo dia 23 de novembro, pelas 18h, no Museu do Oriente.

Como entrada livre, todos os leitores estão convidados a participar neste encontro que, segundo Laurinda Alves, pretende “conhecer pessoas que se superam todos os dias, mês após mês, ano após ano, torna-nos incrivelmente mais fortes porque os homens e mulheres de todas as gerações que vivem em constante superação são o testemunho vivo de que é possível sobreviver aos piores acontecimentos. Por outro lado, ouvir especialistas partilharem os seus conhecimentos sobre matérias tão sensíveis e complexas como as várias formas de superação, transforma o nosso olhar e enche-nos de ferramentas para a vida”.

Breve biografia dos oradores

Maria João Sales Luís, membro da comissão executiva da Multicare com responsabilidade direta nas áreas de prestação médica e de serviço ao cliente.

Jaume Pradas, músico e cuidador, corre meias-maratonas empurrando uma cadeira de rodas para realizar os sonhos de liberdade e movimento de Mafalda Ribeiro, que nasceu com osteogénese imperfeita, permitindo que também ela se supere a cada passo seu.

Joana Rigato, Filósofa da Ciência, trabalha em articulação com neurocientistas e dedica-se ao estudo do livre arbítrio e à forma como a Ciência pode ter em conta a experiência subjetiva das pessoas.

Salvador Mendes de Almeida, criou a Associação Salvador e dedica a sua vida a apoiar pessoas que, tal como ele, foram vítimas de acidentes ou nasceram com handicaps físicos ou outros.

Tiago Marques, cientista e investigador na área das neurociências, está a fazer os seus estudos de doutoramento no Laboratório de Circuitos Corticais, do Champalimaud Research, tentando perceber também como o cérebro responde ao imprevisto.

Inscreva-se aqui e garanta o seu lugar.

Conteúdo produzido pelo OBS Lab. Para saber mais, clique aqui.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: obslab@observador.pt
Autárquicas 2017

Falar de André Ventura

Alexandre Homem Cristo

Ventura está a ser sobrevalorizado – enquanto candidato e, mais ainda, enquanto intérprete de novos rumos para a direita. Um erro que, perante a tentação de leituras nacionais, será importante evitar.

Estados Unidos da América

Carta da América

João Carlos Espada

Na América, está em curso um vigoroso renascimento conservador-liberal. Conseguirá a vaga conservadora em gestação na Europa acompanhar a linguagem liberal e anti-estatista da sua congénere americana?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site