Impostos

IMI vai baixar em um terço dos municípios

Câmaras municipais já comunicaram o valor do imposto à Autoridade Tributária e Aduaneira. Dados mostram que o IMI não sobe em nenhum município e que os descontos para famílias descem.

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

O Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) não vai aumentar em nenhum município do país em 2017. Um terço das autarquias (cerca de cem) optaram por reduzir o imposto e 70% vão manter o valor da taxa, lê-se no Jornal de Negócios desta segunda-feira. Já os descontos no IMI para famílias com dependentes vão deixar de existir em onze concelhos, escreve o Jornal de Notícias.

Estes são os dados resultantes da informação sobre impostos que as câmaras municipais transmitiram à Autoridade Tributária e Aduaneira até ao final de novembro. Segundo o Negócios, praticamente metade dos municípios portugueses vai ter taxa mínima de IMI (0,3%) no próximo ano. A taxa máxima, de 0,45% ou 0,5%, será aplicada por 31 autarquias.

O IMI familiar, criado em 2015 e que permite às famílias com filhos terem reduções nos valores a pagar, vai ser aplicado por 209 municípios — uma diminuição de onze concelhos face a este ano, lê-se no JN.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Orçamento do Estado

Tributação com sal q.b.

Susana Claro
120

Quando se atingem níveis de tributação em que os impostos indiretos são responsáveis por metade do preço de venda dos produtos, há que indagar se não estará na altura de decidir que Estado queremos.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site