Logo Observador
Tesla

Autopilot da Tesla será desenvolvido por ex-Apple

A Tesla quer acelerar a introdução de um sistema de condução totalmente autónoma nos seus modelos, e nomeou um novo líder para o projecto Autopilot: Chris Lattner, até aqui executivo de topo da Apple.

Autor
  • António Sousa Pereira

A Tesla tem um novo vice-presidente, cuja principal responsabilidade será o desenvolvimento do software do Autopilot, o célebre sistema de condução autónoma da marca californiana. Segundo avança o site The Verge, o nomeado foi Chris Lattner, até aqui director do departamento de ferramentas para programadores e criadores de software da Apple.

Na Tesla, Lattner liderará a equipa de engenharia do Autopilot e a sua missão primordial será acelerar o desenvolvimento do sistema, de forma a que a marca californiana possa dispor de uma solução de condução totalmente autónoma no mais breve espaço de tempo.

Durante os seus 11 anos na Apple, o engenheiro formado na Universidade do Illinois desempenhou várias funções, constando do seu currículo o desenvolvimento da linguagem de programação Swift para as novas versões dos sistemas operativos iOS e OS X, bem como de várias outras ferramentas de desenvolvimento informático.

Com a chegada do novo vice-presidente, Jinnah Hosein, que desde a saída de Sterling Anderson (ex-responsável pelo programa Autopilot, e que, entretanto, deixou de trabalhar para a Tesla) tinha acumulado este cargo com o de vice-presidente para a área de software da SpaceX, pode regressar a tempo inteiro à empresa aeroespacial fundada por Elon Musk.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Investimento

Tesla, queres fabricar em Portugal?

Cláudia Dias
165

Fala-se muito da indiferença dos cidadãos em relação a assuntos públicos. Mas o que moverá 73 mil membros do grupo “Bring Tesla Giga Factory to Portugal” a conquistarem o “sim” desta Love Brand 2016?