Música

Oito artistas portugueses entre os 500 que vão atuar no festival SXSW nos EUA

The Gift, DJ Ride e Throes + The Shine são três dos oito artistas e grupos portugueses que vão estar no festival South By Southwest, dedicado ao mercado da música, cinema e tecnologias digitais.

LARRY W. SMITH/EPA

The Gift, DJ Ride e Throes + The Shine são três dos oito artistas e grupos portugueses que vão estar em março no festival South By Southwest, em Austin, Texas, EUA, dedicado ao mercado da música, cinema e tecnologias digitais.

De acordo com a programação divulgada, entre os 500 artistas internacionais selecionados há oito nomes portugueses que vão atuar no SXSW, de 10 a 19 de março: Da Chick, :papercutz, DJ Ride, Moullinex, Throes + The Shine, Xinobi e We Bless This Mess, além dos The Gift, os únicos que já tinham sido anunciados.

O SXSW, que teve a primeira edição em 1987, é um festival anual que ocupa praticamente toda a cidade de Austin, com conferências, debates, cinema, apresentações (pitching) de novas empresas (startups) e dezenas de concertos em simultâneo, para uma audiência que integra público anónimo, mas sobretudo figuras da indústria criativa, promotores, editores e agentes.

Em novembro passado, quando esteve em Lisboa a propósito da Web Summit, um dos fundadores do SXSW, Hugh Forrest, descreveu, em entrevista à agência Lusa, o festival norte-americano como “um ótimo espaço para fazer contactos e ajudar os mais criativos a atingirem os seus objetivos, seja no cinema, na música, na tecnologia, na produção”.

Junta vários tipos de pessoas criativas durante três ou quatro dias. Como em qualquer evento, tentamos ligar-nos com o maior número possível de pessoas, mas os contactos em pequena escala podem ser importantes para cumprir esses objetivos. Isso, persistência e muito trabalho”, disse Hugh Forrest.

Nos anos mais recentes, Portugal tem marcado presença no SXSW, com a participação individual de alguns artistas, em busca de uma rede de contactos para concertos e distribuição discográfica internacional, como David Fonseca, Holy Nothing, You Can’t Win Charlie Brown, Legendary Tigerman ou Rita Redshoes.

Em 2016, no festival já esteve presente a plataforma online Why Portugal, criada como uma montra do que se faz na música nacional, e que funciona como facilitadora de contactos fora de portas.

Alguns dos artistas portugueses que vão estar em março no SXSW — como :papercutz, The Gift, DJ Ride e We Bless This Mess — também atuam esta semana no festival Eurosonic, em Groningen, na Holanda, que conta com Portugal como país em destaque.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site