França

Le Pen ultrapassa Fillon e lidera sondagens em França

592

Duas sondagens dão vantagem à candidata de extrema-direita na primeira volta das Presidenciais francesas. Apenas uma coloca François Fillon na dianteira.

Marine Le Pen é a candidata da Frente Nacional para as Presidenciais francesas, agendadas para Maio deste ano

IAN LANGSDON/EPA

Marine Le Pen, a candidata da extrema-direita às eleições francesas da primavera, está a subir nas sondagens e foram divulgados esta quinta-feira estudos de opinião que lhe dão uma votação maior do que François Fillon — isto na primeira volta. Uma terceira sondagem já assume que vão ser Le Pen e Fillon a passar à segunda volta e, aí, Fillon vence com larga margem.

Segundo uma sondagem da empresa BVA, Le Pen conquistaria numa primeira volta 25% a 26% dos votos. A candidata da Frente Nacional seria a mais votada das eleições que devem acontecer em abril e passaria à segunda volta. Aí, defrontaria, segundo as sondagens, François Fillon, o candidato conservador, admirador de Margaret Thatcher. Emmanuel Macron, independente que foi ministro da Economia de François Hollande, ficaria pelo caminho (com 16% a 20%), tal como o socialista Manuel Vallls (16%).

Um resultado semelhante deu a sondagem publicada esta semana pela Ifop-Fiducial: Le Pen à frente na primeira volta, com 26,5% dos votos, e Fillon com pouco mais de 24%. Foi a primeira vez desde novembro que esta sondagem deu Le Pen na liderança das intenções de voto. Além disso, o estudo de opinião mostra uma quebra expressiva da popularidade de François Fillon, que tinha cerca de 28% em dezembro. A descida de popularidade poderá estar relacionada, pelo menos em parte, com a indicação por parte do candidato republicano de que se oporia à saída de França do Tratado de Schenghen e, portanto, à retirada da liberdade de circulação e movimento entre os países europeus.

Já Marine Le Pen tem procurado comparar-se com Donald Trump, o presidente eleito nos EUA que tomará posse no final do mês. “Ele tem vindo a sugerir medidas para os EUA que eu já proponho para França há muitos anos”, nomeadamente medidas de proteção da indústria automóvel nacional.

Numa eventual segunda volta entre Le Pen e Fillon, contudo, uma sondagem da POP 2017 citada pela Reuters, Fillon aparece como o claro vencedor. Imitando a forma como Jacques Chirac chegou ao poder em França, François Fillon beneficiaria, indica a sondagem, de uma confluência dos votos (os que já votaram em si na primeira volta e os que terão votado em outros candidatos que ficaram pelo caminho, designadamente Macron e Manuel Valls, que deverá ser candidato socialista).

Segundo a sondagem, num tête–à–tête entre Le Pen e Fillon, o republicano ganharia com 63% contra 37% de Le Pen.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ecaetano@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site