Logo Observador
Maquilhagem

10 batons à prova de beijos para o Dia dos Namorados

A pensar nos jantares e nos beijos românticos do próximo dia 14 de fevereiro, reunimos 10 batons de alta cobertura, que não mancham nem transferem.

Os batons são amigos das mulheres mas, para muitos homens, são o sinal vermelho de que beijar está fora de questão. Nenhum quer ficar com o rosto como que saído de um filme sangrento. Mas isso não significa que não gostem de nos ver de lábios pintados. Há até estudos que indicam que os homens olham durante mais tempo para as mulheres que usam batom — 7,3 segundos se estiverem com lábios vermelhos, 6,7 segundos com lábios rosa e 2,3 segundos sem batom — e que são atraídos por lábios pintados, sendo o vermelho a cor preferida.

É aqui que a cosmética entra, não só ao criar batons com as mais variadas tonalidades, mas ao conseguir fazê-los à prova de tudo para evitar que, ao primeiro beijo, a nossa cara-metade já esteja mais para Joker do que para namorado.

Na fotogaleria reunimos 10 batons vermelhos e rosas que vão resistir a tudo no próximo Dia dos Namorados: ao copo, ao jantar, aos beijos e… por aí em diante.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Quem viaja muito a trabalho tem sorte?

Ruth Manus
136

Viajar toda hora só é uma sorte quando tais viagens são por turismo voluntário ou por outra razão mais nobre. Viajar por necessidade ou por imposição não tem lá muita graça.

Homossexualidade

Hereges e beatas

Luis Carvalho Rodrigues

Eu percebo que gente como a deputada Isabel Moreira não faça a mínima ideia do que é uma “verdade científica” sobre a homossexualidade. Mas já custa ver a professora Ana Matos Pires repetir a tolice.

Sociedade

Esquerda e instrumentalização da homossexualidade

João Marques de Almeida

Os liberais devem defender os direitos dos homossexuais e lutar, contra os ataques das esquerdas radicais, por uma sociedade assente na família tradicional. A maioria dos portugueses terá esta posição