Logo Observador
Katy Perry

Katy Perry critica Trump na nova música

A música "Chained to the Rythm", da cantora Katy Perry, possui uma mensagem forte contra a situação atual da América e contra Donald Trump. A cantora era apoiante de Hillary Clinton.

Foi na passada sexta-feira que chegou à internet o novo single de Katy Perry, Chained to the Rythm (Acorrentados ao Ritmo), que já está disponível em todos os serviços de streaming. No entanto, o destaque vai exclusivamente para a letra da música que, sem qualquer dúvida, é uma critica direta ao estado atual da América e a Donald Trump.

A música começa com “Estamos loucos? Vivemos as nossas vidas através de lentes” e prossegue com “vivemos numa bolha” onde não somos capaz de ver “os verdadeiros problemas” e que “acreditamos que somos livres”. Estes são pequenos trechos do novo single de Katy Perry que se referem aos resultados obtidos nas eleições americanas e que levaram a todo o cenário que a América está a viver com Donald Trump como presidente.

A cantora era uma das apoiantes da rival do atual Presidente dos Estados Unidos, Hillary Clinton, e mostrou-se bastante revoltada com a vitória de Trump, tendo colocado todas as redes sociais em luto e deu uso à popular #LoveTrumpsHate.

Katy Perry a tirar uma selfie com o slogan “LOVE trumps hate”. Imagem: Getty

Também no vídeo da letra da música a cantora incluiu alguns pormenores referentes ao seu descontentamento onde se pode ver um hamster a desfrutar de uma refeição caseira enquanto assiste, descontraidamente, a outro hamster a correr numa roda na televisão. Esta é uma alusão ao facto de muitos americanos continuarem a mostrar-se indiferentes ao estado atual do país.

Dive deeper into this bop – feast your eyes on the lyrics: http://katy.to/cttrlyric 🍝🌮🌭🍕🍔🎂

Posted by Katy Perry on Thursday, February 9, 2017

Quando partilhou no Facebook a música, Katy Perry chamou diretamente a atenção a nada mais do que a letra. “Mergulhem neste ritmo – coloquem os olhos na letra” pode ler-se na publicação da cantora na madrugada de sexta-feira. A cantora vai atuar este domingo nos Grammy onde, pela primeira vez, irá interpretar a música Chained to the Rythm.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Crónica

Quem viaja muito a trabalho tem sorte?

Ruth Manus

Viajar toda hora só é uma sorte quando tais viagens são por turismo voluntário ou por outra razão mais nobre. Viajar por necessidade ou por imposição não tem lá muita graça.