Logo Observador
Limpeza de Pele

10 desmaquilhantes para depois do Carnaval

Se já está a planear pintar a cara de dourado ou carregar na maquilhagem porque é Carnaval e ninguém leva a mal, saiba quais são os passos e os produtos certos para a sua pele sair ilesa da festa.

Autor
  • Helena Magalhães

O Carnaval é a altura mais divertida do ano — aquela em que podemos voltar à nossa infância, mascararmo-nos das personagens do nosso coração e pintar o rosto como se tivéssemos novamente cinco anos. Mas depois chegamos a casa, temos de tirar todas as pinturas e é a nossa pele que grita e nos lembra que os cinco anos já lá vão. Porque as pinturas de Carnaval não são propriamente como a maquilhagem comum, tem de lembrar-se de duas coisas: primeiro, proteger. E depois, limpar, limpar, limpar.

É preciso ter em mente que as fórmulas para este tipo de maquilhagens são altamente pigmentadas — muitos pretos, dourados e brilhantes — porque têm de criar uma cobertura muito mais pesada. E, normalmente, deixamo-las na pele durante longas horas. Se a noite foi divertida, a manhã seguinte pode não ser igual — irritações, pele sensível e erupções são algumas das consequências com que se pode lidar no pós-carnaval.

Antes de se agarrar ao YouTube para ver tutoriais de pinturas, proteja a sua pele:

  • Nunca se pinte sem aplicar um bom hidratante com ação de longa duração para proteger ao longo das horas em que vai ter o rosto carregado de cores.
  • Se comprou pinturas próprias para Carnaval, teste-as no braço dois dias antes de a aplicar no rosto para ter a certeza que não vai fazer alergia a nenhum dos ingredientes (por vezes estranhos) deste tipo de pigmentos.
  • E, claro, não compre pinturas cujos ingredientes ou marcas não conhece.
  • Não coloque nos olhos pinturas que dizem que são especificamente para o rosto.
  • Nem adormeça com as pinturas na pele (por mais copos que tenha bebido na festa).
  • E — isto tem de ser pensado à priori — tenha os produtos desmaquilhantes certos para não chegar a casa e deparar-se com um produto que não está a limpar todos os pigmentos que usou. Opte também por fórmulas que deixem a pele confortável, hidratada e com efeito calmante porque, acredite, vai valer a pena.

Águas micelares, desmaquilhantes à base de óleo ou mesmo óleos desmaquilhantes são as melhores opções porque são os produtos que mais facilmente conseguem dissolver os detritos à base de óleo, como a maquilhagem pesada. Na fotogaleria, em cima, temos 10 sugestões potentes para que, depois da festa, a sua pele consiga dormir em paz.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Comida

Gastronomia com Ciência

Hélio Loureiro

Uma das práticas e pontos chaves da dieta mediterrânica é o comer em família, partilhar, conviver. A própria palavra, comer tem esse mesmo significado: com (na companhia de...) e er (repetição).

Família

O cabanão (segunda crónica estival)

Maria João Avillez
129

Mas a quem preocupa hoje o esmorecimento do modelo tradicional familiar se ele é propagado como tendo passado de moda, saído de linha, estar “descontinuado”?

Educação

O Filipa e a escola pública

Maria José Melo

Portugal só será realmente um país civilizado quando existir consciência cívica por parte de todos os cidadãos. Foi esta visão que adquiri no Liceu D. Filipa de Lencastre e me acompanhou toda a vida.