Moçambique

Alemanha oferece mais de 1 milhão para ajuda alimentar província moçambicana

A Alemanha vai dar 1,18 milhões de euros para ajuda alimentar e aquisição de sementes na província de Inhambane, sul de Moçambique.

Moçambique é ciclicamente afetado por calamidades naturais, com cheias, ciclones e seca

NICOLAS PEISSEL HANDOUT/EPA

A Alemanha vai dar 1,18 milhões de euros para ajuda alimentar e aquisição de sementes na província de Inhambane, sul de Moçambique, anunciou esta terça-feira a embaixada alemã em Maputo.

Em comunicado de imprensa enviado à Lusa, a embaixada da Alemanha refere que o auxílio poderá beneficiar 25 mil pessoas dos distritos de Massinga, Mabote e Govuro, que estão entre as mais pobres da província de Inhambane

“A oferta de alimentos será complementada com a oferta de sementes para agricultores desfavorecidos. O objetivo é suprir a necessidade de produtos alimentares de base e promover a produção por conta própria”, refere a nota de imprensa.

No ano passado, a Alemanha doou 550.000 euros, para ajuda alimentar e combate aos efeitos do fenómeno climatérico El Nino, na província de Inhambane, refere o comunicado.

O anterior projeto abrangeu pouco mais de 10.000 pessoas dos distritos de Mabote e Govuro.

Em fevereiro, sete pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas na província de Inhambane, na sequência de um ciclone que deixou 770 mil pessoas numa situação de vulnerabilidade.

O ciclone destruiu 106 salas de aula e cerca de 70 unidades de saúde, provocando prejuízos estimados em 900 milhões de meticais (cerca de 12 milhões de euros).

A coordenadora das Nações Unidas em Moçambique, Márcia Castro, disse recentemente que que a organização vai mobilizar o sistema humanitário internacional para o apoio às vítimas do ciclone.

Moçambique é ciclicamente afetado por calamidades naturais, com cheias, ciclones e seca.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site