Logo Observador
Audi

SUV Q8 híbrido faz 4,7s de 0-100 e 275 km/h

O futuro SUV grande e desportivo da Audi, ainda concept, apresentou-se em Genebra com linhas ousadas e atraentes. E com uma nova motorização híbrida, que acelera de 0 aos 100 km/h em 4,7 segundos.

Autor
  • Francisco António

Para já ainda na fase de protótipo, mas com passagem à produção praticamente assegurada para 2018, o Q8 Sport Concept é a evolução do estudo exibido em Detroit, em Janeiro último e foi uma das estrelas da marca dos quatro anéis na abertura das portas do Salão Automóvel de Genebra. Além da estética cativante e irreverente, impôs-se graças ao facto de estrear uma nova motorização híbrida, capaz de garantir uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,7 segundos, a par de uma autonomia a rondar os 1.200 km!

De acordo com dados divulgados pela marca de Ingolstadt, a enorme capacidade de aceleração e surpreendente autonomia anunciadas para este Q8 Sport Concept têm por base não apenas um depósito de gasolina de 85 litros, mas também um pack de baterias de iões de lítio com uma capacidade de 0,9 kWh. Solução que o fabricante pensa desde já utilizar não só na versão de produção deste modelo, mas também replicar noutros modelos Audi, como o A6, A7 e Q7.

Ainda sobre este novo sistema híbrido, utiliza um V6 3,0 litros biturbo a gasolina com injecção directa, no qual o fabricante aplicou as mesmas soluções técnicas estreadas no V8 4,0 litros biturbo a diesel de tecnologia common-rail. Inclusivamente o sistema eléctrico de 48V do qual faz parte um compressor eléctrico a assistir os turbocompressores convencionais para evitar o atraso na resposta ao acelerador, sendo capaz de os pôr a girar até às 70.000 rpm instantaneamente (em menos de 250 milissegundos). Sendo que, só este motor de combustão garante ao Q8 uma potência declarada de 450 cv, a par de um binário máximo de 530 Nm.

No apoio ao motor térmico, um motor eléctrico em forma de disco, montado na secção frontal do Q8 Sport Concept, que, ajudado por uma caixa automática de oito velocidades com conversor de binário integrado, fornece mais 27 cv de potência e 170 Nm de binário. Somando assim, em conjunto com o V6, uma potência total de 476 cv e 700 Nm de binário.

De referir ainda que a energia utilizada para fazer mover o motor eléctrico é armazenada num pequeno conjunto de baterias de iões de lítio, com uma capacidade de 0,9 kWh e montado sob o piso da bagageira. A Audi assegura que, com este novo sistema híbrido, o Q8 Sport Concept consegue deslocar-se lentamente no pára-arranca citadino sem recurso ao motor de combustão, o mesmo acontecendo nas manobras e no momento de estacionar. Na travagem, um também novo sistema de regeneração de energia faz do motor eléctrico gerador para recarregar a bateria.

Embora com o modelo ainda na fase de protótipo, a Audi garante que o Q8 Sport Concept consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,7 segundos, além de atingir a velocidade máxima de 275 km/h. Ao mesmo tempo que, recorrendo a um opcional depósito de combustível com capacidade para 85 litros, consegue oferecer uma autonomia de cerca de 1.200 km.

O Q8 Sport tem na base a mesma plataforma, sistema de tracção integral quattro e suspensão a ar utilizados no Q7, ainda que com um comprimento cerca de 30 mm mais curto (5,020 m) que o SUV em comercialização.

Já em termos estilísticos, o protótipo agora apresentado em Genebra, uma evolução daquele que foi desvendado no início do ano, em Detroit, apresenta várias evoluções, capazes de o dotar de uma aparência mais desportiva, designadamente uma nova grelha frontal Singleframe, de moldura negra e rede tipo favo de mel. Igualmente redesenhado surge o pára-choques dianteiro, com uma lâmina escura na parte inferior e ópticas frontais também com uma aplicação escura no interior. Os grupos ópticos aliam uma forma em “X”, desenhado a laser azulado, envolvendo os projectores de médios e máximos, também eles em matriz laser (subdivididos em milhões de pixeis, para assim iluminar a estrada com controlo total sobre o feixe de luz).

A unidade exibida em Genebra conta ainda com capas dos retrovisores num tom escuro e uma barra inferior também preta a fazer a ligação entre os dois eixos, nos extremos dos quais surgem rodas de 23″, com pneus 305/35, e a esconder discos de travão em carbocerâmica de 508 mm.

Finalmente, na traseira, uma iluminação tipo filete a acompanhar uma barra de cor cinza a toda a largura, com os quatro anéis ao centro, além de um difusor a negro, do qual fazem igualmente parte ponteiras de escape ovalizadas e em metalizado, sinónimo de um modelo de índole mais desportiva. Aliás, embora os responsáveis da marca de Ingolstadt tenham inicialmente avançado a possibilidade de este Q8 vir a ostentar a emblemática sigla RS, o protótipo agora desvendado parece apontar mais para um possível futuro modelo SQ.

A terminar, refira-se que as últimas informações avançam a possibilidade deste Audi Q8 Sport Concept passar à produção já em 2018. O que, a acontecer, fará com que venha a posicionar-se acima do Q7 e como o modelo topo de gama da família Q. Enquanto isto, tudo indica que a esta mecânica híbrida estará ao serviço do Lamborghini Urus, o SUV que a marca italiana deverá apresentar em breve.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Presidenciais em França

Macron, um Presidente sozinho

Alexandre Homem Cristo

O que há a festejar na (quase certa) eleição de Macron, na segunda volta, para além do facto de ele não ser Le Pen? Nada. Ele é um homem sozinho e sem força política para reformar uma França decadente