Logo Observador
Porsche

Porsche (também) a caminho da electrificação

A aposta do Grupo Volkswagen, na electrificação e no desenvolvimento de novas soluções de mobilidade, vai estender-se à Porsche. E um Macan eléctrico ou um 911 híbrido podem não estar assim tão longe.

Autor
  • António Sousa Pereira

Segundo maior contribuinte para os lucros do Grupo Volkswagen, a Porsche está a investir cerca de 1.000 milhões de euros na berlina desportiva eléctrica Mission E, e não é de esperar que tamanho montante se rentabilize através de um único modelo. E como a electrificação passou a ser prioridade absoluta para a Volkswagen, é mais do que óbvio que também o fabricante de desportivos de Estugarda deverá ampliar a sua oferta – hoje composta pelas versões híbridas plug-in do Panamera e do Cayenne – neste domínio.

Isso mesmo confirmou o responsável de vendas da Porsche, Detlev von Platen, em entrevista à agência Reuters, referindo que a marca tem outras ideias no domínio dos automóveis eléctricos para além do Mission E.

O responsável alemão não descartou sequer a possibilidade de o seu best-seller, o SUV Macan, poder contar com uma versão eléctrica, ou de os desportivos 718 Boxster/Cayman poderem vir a contar com derivações híbridas (com motores a gasolina/eléctrico) num futuro próximo.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Maioria de Esquerda

Jogo da Glória: regras e regulamentos

Alberto Gonçalves
189

Na sua página do Facebook, um comentador lembra-lhe educadamente que, além de outras interessantes peculiaridades “culturais”, os ciganos também acham a homossexualidade uma “anomalia”. Recue uma casa