Logo Observador
Restaurantes

Cervejaria Liberdade. Marisco e peixe dão à costa na Avenida

A antiga Brasserie Flo do Hotel Tivoli, em Lisboa, deu lugar à Cervejaria Liberdade. O nome não revela tudo: aqui pode consumir-se peixe e marisco como numa cervejaria, mas também em sushi ou ceviche.

A liberdade impera no nome, na morada e na carta. A nova Cervejaria Liberdade fica no interior do Hotel Tivoli Lisboa, em plena Avenida da Liberdade, e dá a oportunidade aos clientes de consumirem peixe fresco e marisco, sob diferentes interpretações gastronómicas e culturais. Um projeto recente que veio substituir a antiga Brasserie Flo, de inspiração francesa, e que se pretende afirmar como muito mais que um restaurante de hotel. À mudança sobreviveu o aclamado bife de tártaro — preparado à frente da mesa — e a tapeçaria ao fundo da sala que, mesmo antes de 2008, já fazia parte da decoração do então Restaurante Beatriz Costa (em homenagem à atriz que viveu durante várias décadas no hotel).

Um dos pratos favoritos da antiga Brasserie Flo, o bife tártaro preparado à frente do cliente, sobreviveu à mudança. (Foto: © Luis Ferraz)

Com boa cervejaria que é, o balcão central ocupa boa parte da sala e honra o conceito com uma decoração moderna, cujos toldos exteriores não passam despercebidos. Este investimento que vem complementar a renovação de alguns quartos da unidade, depois do tailandês Minor Hotel Group ter comprado, em fevereiro de 2016, os hotéis do grupo Tivoli por 294 milhões de euros. O novo espaço, aberto desde 3 de março, substituiu as ostras Gillardeau e as Marennes pelas ostras da ria de Aveiro (3€/unidade) e trouxe camarão de Espinho (90€/kg) e do Algarve (80€/kg). Aliás, os 800 quilómetros de costa portuguesa estão muito bem representados a começar na lagosta (145€/kg) e a acabar na sapateira (29€/kg) 100% nacionais. O mostrador inspirado nas lotas, cheio de gelo, recheado de percebes das Berlengas, carabineiros do Algarve ou bruxas de Cascais, terá sempre muito peixe fresco para confecionar à vontade do freguês.

A carta da Cervejaria Liberdade está recheada de peixes e mariscos dos 800 quilómetros de costa portuguesa. (foto: Luis Ferraz)

A esta oferta do peixe e marisco português junta-se a tradição japonesa, graças às criações do sushiman João Pinto (desde 8€), e a peruana, com ceviches de salmão, atum ou peixe branco (18€). Para reconfortar o estômago, os pratos assinados pela chefe executiva Adelaide Fonseca abrilhantam a oferta — de destacar os filetes dourados com arroz de tomate (28€) — e complementam-se com uma carta de cervejas artesanais em copos quase tão originais como os guardanapos que se atam na nuca, em estilo babete, para proteger a roupa de comida.

Os filetes de peixe-galo dourados com arroz de tomate são uma das especialidades da chefe executiva Adelaide Fonseca. (foto: © Luis Ferraz)

Entre as 12h30 e as 23h30 também é possível visitar o espaço em modo petisco: a carta inclui sugestões como prego do lombo (9,9€) ou pica pau (20€). E enquanto os pisos superiores continuam em obras, as novidades em baixo também se vestem de sobremesas contemporâneas com sabores tradicionais, casos do pudim de arroz doce com leite-creme (8,8€) ou dos ovos moles com laranja confitada e amêndoa caramelizada (9,5€).

​Na fotogaleria, em cima, pode ficar a conhecer melhor o espaço bem como alguns dos pratos de luxo que se podem por lá encontrar.

Nome: Cervejaria Liberdade
Morada: Hotel Tivoli Lisboa, Avenida da Liberdade, 185 (Avenida), Lisboa
Telefone: 21 319 8977
Horário: De segunda a domingo, das 12h30 às 23h30
Preço Médio: 55-70€
Reservas: Aceitam
Site: www.minorhotels.com/pt/tivoli/tivoli-avenida-liberdade-lisboa

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: ssilva@observador.pt
União Europeia

Brexit, o teste ao futuro europeu

Helena Garrido

Se a saída do Reino Unido da União Europeia for um sucesso, outros cairão na tentação e o projecto não resistirá. Se for um fracasso, de tensão política e crise económica, a UE ainda se desunirá mais.