Operação Marquês

Marques Vidal esclarece que não estabeleceu prazo para conclusão da Operação Marquês

Depois da confusão do despacho de sexta-feira sobre a Operação Marquês, a Procuradoria-Geral da República esclarece que não estabeleceu prazo para o encerramento do inquérito.

Pedro Nunes/LUSA

Tal como o Observador já tinha explicado na sexta-feira, a Procuradoria- Geral da República (PGR) não estabeleceu um prazo para “a conclusão do inquérito e emissão de despacho final” da Operação Marquês. O comunicado da PGR foi enviado às redações na tarde deste sábado, “na sequência de dúvidas vindas a público” na sexta-feira.

“Quanto ao pedido de prorrogação, a Procuradora-Geral considerou que o mesmo deveria ser atendido. Todavia, não fixou, de momento, prazo para o encerramento do inquérito e emissão de despacho final”, lê-se no comunicado.

A Procuradora-Geral da República determinou que o diretor do DCIAP tem de prestar informação sobre a evolução do inquérito até finais de abril e, nessa altura, se for caso disso, indicar o prazo que se mostre necessário à conclusão dos trabalhos.

Confuso com o caso Sócrates? 8 perguntas para não se perder

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site