Mercado Imobiliário

Procura de imóveis no Porto atinge os 39,6% e supera Lisboa pela primeira vez

126

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal anunciou que o Porto é o distrito com maior procura imobiliária em 2017, situando-se nos 39,6%, ultrapassando Lisboa.

JOSÉ COELHO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) anunciou esta segunda-feira que o Porto é o distrito com maior procura imobiliária em 2017, situando-se nos 39,6%, ultrapassando Lisboa em que foi de 23,1%. As intenções de compra no distrito do Porto aumentaram 17,5 pontos percentuais, desde 2014, ultrapassando, este ano, Lisboa, que se fixou nos 23,1% e Faro, que registou 11,2%.

Em comunicado, o presidente da APEMIP, Luís Lima, disse que com a retoma do setor imobiliário a procura focou-se, numa primeira fase, em Lisboa e “tem vindo a deslocar-se para outros distritos”, sobretudo o Porto, que agora lidera a procura de imóveis no mercado residencial. Luís Lima refere que os valores registados devem-se, em parte, ao aumento dos preços de mercado em Lisboa, que fizeram com que as intenções de compra se dirigissem para o Porto.

À medida que a oferta for diminuindo, a procura irá deslocar-se para outras regiões do país, promovendo uma maior descentralização do investimento imobiliário”, concluiu.

Os dados disponibilizados pela APEMIP indicam que, em 2017, a oferta no mercado residencial em Lisboa e em Faro registou o valor mais baixo desde 2014, situando-se nos 10,1% e 7,5%, respetivamente. Já no Porto, a oferta imobiliária fixou-se nos 39,2%, um recuo face aos 42,3% registado em igual período do ano anterior.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site