Donald Trump

Senadores democratas querem anular ordem de Trump para construir muro com México

Um grupo de 24 senadores democratas apresentou esta segunda-feira um projeto de lei para suspender a ordem executiva de Donald Trump que determina a construção de um muro com o México.

A proposta foi promovida pelo senador Tom Carper, eleito pelo Estado do Delaware

Getty Images

Um grupo de 24 senadores democratas apresentou esta segunda-feira um projeto de lei para suspender a ordem executiva de Donald Trump que determina a construção de um muro com o México para travar a imigração ilegal.

A proposta foi promovida pelo senador Tom Carper, eleito pelo Estado do Delaware, e contou com o apoio de outros 23 senadores, todos democratas, exceto Bernie Sanders, que disputou a nomeação como candidato presidencial por este partido, mas continua a classificar-se como independente.

O projeto de lei, que tem poucas probabilidades de avançar num congresso dominado pelos republicanos, pretende a anulação da ordem executiva, de 25 de janeiro, em que Trump determina a construção do muro com o México e o aumento de recursos para as autoridades de controlo da imigração e a patrulha de Fronteiras, além de diminuir os requisitos para deportar os indocumentados.

A ordem foi o primeiro passo para avançar na construção do muro na fronteira sul, o que degradou as relações com o México, cujo custo em 2018 está estimado pela Casa Branca em 2,6 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros). A ordem “é indigna, anti-norte-americana e má para a segurança”, criticou, em comunicado, a senadora Catherine Cortez Masto, eleita pelo Estado do Nevada, que apoia o projeto de lei e considerou a decisão governamental um desperdício de dinheiro e uma perda de tempo que poderia ser dedicado a “resolver os problemas do sistema migratório”.

O independente Gabinete de Contabilidade Pública (GAO, na sigla em inglês) admitiu que o custo total do muro pode ascender aos 21 mil milhões de dólares, sem considerar o pagamento de indemnizações por expropriação de terras. Este valor excede em muito os cerca de oito mil milhões de dólares avançados inicialmente por Trump.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Estado

O Estado e a verdade

Rui Ramos

Este é um Estado que teve seis anos José Sócrates à frente do governo, carregado de suspeitas de corrupção, mentira e conspiração contra o Estado de direito – e nada fez para esclarecer as dúvidas.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site