Grau de perigosidade de Adelino foi "mal avaliado"

Psicólogo da APAV diz que não devia ter sido aplicada pena suspensa a Adelino Briote. "Perigosidade do indivíduo não foi devidamente avaliada" na altura da condenação por agressões à sogra e à filha.

Por João Francisco Gomes