Logo Observador
Presidente Trump

A maquilhadora de confiança de Ivanka Trump que chegou do México

119

Ivanka Trump, a filha mais velha do presidente norte-americano, concorda com a construção do muro no México. Uma ironia: a sua maquilhadora de confiança é mexicana. E esta?

Ivanka não dispensa, em grandes apresentações públicas, a ajuda de Alexa, a sua maquilhadora mexicana

Alexa Rodulfo. Assim se chama a maquilhadora em quem Ivanka Trump mais confia, a ponto de se fazer acompanhar da especialista em maquilhagem em muitas deslocações. Há só uma pequena ironia: a sua indispensável maquilhadora vem do México, o país que o presidente dos Estados Unidos quer separar através de um muro na fronteira.

Numa altura em que Donald Trump continua a defender a construção de um muro que separa os territórios norte-americano e mexicano, a sua filha conta com uma imigrante daquele país ao seu lado para acautelar a sua imagem, conta o El País.

Alexa Rudolfo. Quem é?

Alexa Rudolfo, Juaréz, México. Aos 16 anos fundou, com a ajuda dos seus pais, o seu próprio salão de estética na cidade onde nasceu. Assume-se como sendo autodidata. Nos dias de hoje, esse mesmo salão ainda funciona. Foi em 2005 que se mudou para Nova Iorque e, em apenas um ano, sem qualquer contacto no mundo da moda, Alexa foi reconhecida pela Vogue como sendo uma das maquilhadores mais conceituadas da alta sociedade nova iorquina.

Maquilhadora e cabeleireira da filha do presidente. É este o papel de Alexa Rodulfo. Aliás, pelas fotografias publicadas no Instagram oficial de Alexa, parecem também amigas muito próximas. Alexa acompanha Ivanka há cerca de uma década e já trabalhou com outras celebridades como Carolina Herrera. A polémica tem feito bastante eco desde o momento em que Trump ‘subiu ao trono’. A questão: como é que uma mexicana se torna na aliada confiável da filha do presidente?, perguntam nas redes sociais.

A S Moda, associada ao El País, entrevistou Alexa, que contou como tudo começou.

Trabalho com a Ivanka, mais ou menos, há 13 anos. Conhecemos-nos, porque um grupo de amigas me contratou para as maquilhar para um gala no jardim botânico de Nova Iorque. Nesse mesmo grupo, estava Ivanka e foi aí que começou a nossa relação de trabalho, que com o passar do tempo se transformou num laço muito forte que me permitiu acompanhá-la em grandes ocasiões da sua vida”, contou.

Alexa já trabalhou com muitos nomes importantes. Mais: já fez grandes colaborações com importantes revistas e fotógrafos. Porém, entre o seu vasto currículo, é Ivanka que sobressai. Quando questionada sobre o facto de trabalhar com a filha do homem que quer proibir a entrada de imigrantes mexicanos no seu país, Alexa responde.

Pessoalmente, considero que as fronteiras são limites que se impõe para delimitar espaços ou territórios, mas o curso da vida deve seguir de maneira independente e paralela a elas. De um ponto de vista metafórico, as fronteiras estão presentes em muitas coisas que vivemos, mas ir além delas é o que nos faz crescer. Por isso, gosto de contar sobre o meu trabalho e sobre a minha história de vida para que possa inspirar outras pessoas a perseguir os seus sonhos”, confessou Alexa.

A pergunta-chave não poderia faltar e, claro, veio à baila a questão se já alguma vez tinha falado sobre o tema com Ivanka. “Ela não faz mais do que apoiar-me no meu trabalho e nos meus assuntos pessoais. Temos uma ligação especial e partilhamos dos mesmos valores. Respeito a relação dela com o pai, com quem tem uma ligação muito forte. Ele escuta-a, já que Ivanka é uma grande mulher, com muita sensibilidade”, afirmou, sem entrar em detalhes.

Ivanka não trabalha com Alexa no dia a dia, mas não dispensa os seus serviços nos grandes eventos e apresentações. Ainda que Alexa admita e defenda nunca se ter sentido discriminada pela sua nacionalidade, a verdade é que se tem colocado em cima da mesa a coerência de Ivanka quanto às políticas do seu pai e as suas escolhas pessoais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt