Moda

Louis Vuitton anuncia colaboração com Jeff Koons

O artista vai desenhar uma coleção de malas e acessórios para a marca francesa que estará à venda a 28 de abril. A parceria tem como inspiração os grandes mestres da pintura como Da Vinci e Rubens.

A coleção inclui uma reprodução em larga escala da Mona Lisa em modelos como a Speedy e a Neverfull.

Divulgação

A primeira colaboração entre a Louis Vuitton e Jeff Koons é uma história de arte. A marca francesa anunciou esta manhã uma coleção de malas e acessórios desenhada em parceria com o artista nova-iorquino e o tema são os grandes mestres da pintura como Da Vinci, Fragonnard, Rubens, Titian e Van Gogh.

Ainda não há imagens das peças mas já se sabem algumas coisas. Sabe-se, por exemplo, que a coleção, intitulada “Masters”, estará à venda a 28 de abril e que Koons resolveu recorrer ao imaginário da série “Gazing Ball”, iniciada em 2013 e em que assina reproduções em larga escala de pinturas famosas como a “Mona Lisa”, colocando uma grande esfera azul no centro do quadro.

Desta vez, as suas reproduções das obras-primas de Da Vinci, Titian, Rubens, Fragonard e Van Gogh estarão impressas em malas da Louis Vuitton, nomeadamente em modelos conhecidos da marca como a Speedy, a Keepall e a Neverfull, todas devidamente identificadas com o nome do pintor representado em maiúsculas. Cada mala terá uma etiqueta em forma de coelho insuflável — imagem de marca de Koons — e uma biografia do pintor em questão no interior.

Em jeito de teaser e como indício dos estampados que iremos encontrar nas montras da marca de luxo no final do mês, foram também revelados esta manhã cinco gifs, um para cada mestre, em que se pode ver, por exemplo, a Mona Lisa a piscar o olho ou uma célebre paisagem de Van Gogh a ganhar ainda mais movimento. Os gifs são acompanhados do famoso monograma LV mas também de uma versão gémea que se refere a Jeff Koons (JK).

Ao escolher trabalhos que referenciam eles próprios pinturas do passado, a série ‘Gazing Ball’ de Koons colocou o artista numa cadeia de influências e inspiração que atravessa a história da arte Ocidental. Agora, ao (re)recriar esses quadros aclamados em malas Louis Vuitton, Koons convida novamente os espectadores a consideram essas obras como novas, abrindo o museu ao mundo e encorajando-nos a ver os Grandes Mestres de novas formas”, lê-se no comunicado da marca divulgado esta manhã.

Nos últimos anos a Louis Vuitton tem desafiado vários artistas para colaborarem em coleções ou na cenografia dos seus desfiles de moda. A lista inclui nomes como Takashi Murakami, Richard Prince, Yayoi Kusama, Stephen Sprouse, Cindy Sherman, James Turrell, Olafur Eliasson e Daniel Buren. Em 2014 a marca abriu ainda a sua própria Fundação em Paris, com um museu de arte desenhado por Frank Gehry.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: adferreira@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site