Logo Observador
Tech Auto

O seu bebé só adormece no carro? Eis o berço ideal

Se o seu filho é dos que dificilmente adormece em casa, mas que se ferra no sono assim que o automóvel começa a andar, saiba que já solução. Um berço especial que simula ruído, vibrações e até luzes.

Autor
  • Francisco António

Os bebés que choram que se fartam e têm dificuldade de adormecer em casa, para depois fechar os olhos assim que percorrem os primeiros metros, devidamente instalados num automóvel, são o tormento de qualquer progenitor, obrigando-os a sair de casa para uma voltinha nocturna, mesmo quando não há tempo ou disponibilidade para tal.

Conscientes desta triste realidade, primeiro foi a Mini a prometer acabar de vez com as dores de cabeça destes pais, mas eis que agora surge também a Ford a anunciar uma solução que promete ser tiro e queda. Salvo seja, é claro. O truque, avança a marca da oval, é um berço vanguardista que não só reproduz o ambiente vivido a bordo do automóvel, como se mexe de acordo com o balanço e as irregularidades típicas da estrada.

Esta inovadora solução, a que a marca deu o nome de Max Motor Dreams, foi concebida pelo espanhol Alejandro López Bravo e pelo estúdio de design Espada y Santa Cruz. Destacando-se não apenas por uma estética modernista, um sistema de som integrado com luzes LED, mas também por possuir um colchão que, colocado sobre um estrado motorizado, consegue reproduzir de forma precisa os tais movimentos do automóvel que põem qualquer bebé a dormir.

Fabricado em material ultraleve, o berço funciona em conjunto com uma aplicação de smartphone, que pode gravar sons e movimentos captados durante um determinado trajecto, reconhecidamente suficiente para adormecer a criança. A informação é depois enviada para o berço, que reproduz o percurso em todos os seus aspectos.

Durante a “viagem”, um altifalante montado na base do berço emite o barulho do motor e do rolamento dos pneus, enquanto luzes LED de tonalidade laranja no topo da estrutura, simulam o movimento numa perspectiva de 360 graus, procurando reproduzir as luzes que passam dos candeeiros de rua. Isto, ao mesmo tempo que o sistema motorizado utiliza a informação da estrada recolhida pela app no smartphone para gentilmente baloiçar o berço, simulando subidas, descidas e, como não podia deixar de ser, as curvas.

Com tantos e tão bons argumentos, acreditamos que o caro leitor esteja já a pensar quanto custará tão aliciante proposta . Sendo que a resposta que temos para si não será, certamente, aquela que esperaria: o Max Motor Dreams ainda não está à venda, não passando, neste momento, de um protótipo. No entanto e caso um dia venha a passar à produção, acreditamos que não será barato. Ainda que tal conceito seja, neste caso, particularmente subjectivo, dependendo muito de há quanto tempo o rebento não lhe permite dormir uma noite descansada. Veja aqui como tudo funciona:

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt