Logo Observador
Panama Papers

Prémios Pulitzer distinguem trabalho de análise dos Panama Papers

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, o grupo McClatchy e o Miami Herald, receberam o prémio Pulitzer pela reportagem interpretativa dos Panama Papers.

Considerados os prémios mais prestigiantes do jornalismo que se faz nos EUA, os Pulitzer são atribuídos em 14 categorias de jornalismo, fotografia, crítica e comentário de jornais, revistas e sítios na internet

ALEJANDRO BOLIVAR/EPA

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, o grupo McClatchy e o Miami Herald, que juntaram um grupo de 400 jornalistas para examinarem os Documentos do Panamá, receberam o prémio Pulitzer na segunda-feira por reportagem interpretativa.

Este grupo de jornalistas expôs a forma como políticos, criminosos e pessoas ricas desviam dinheiro para contas em paraísos fiscais, também designados como locais offshore, através da análise daqueles documentos, também designados pela expressão em Inglês “Panama Papers”.

Considerados os prémios mais prestigiantes do jornalismo que se faz nos EUA, os Pulitzer são atribuídos em 14 categorias de jornalismo, fotografia, crítica e comentário de jornais, revistas e sítios na internet.

Os prémios são também entregues em outras sete categorias, incluindo ficção, drama e música. Esta é a 101.ª edição dos Prémios, que foram estabelecidos pelo editor Joseph Pulitzer. Os distinguidos na categoria de serviço público recebem uma medalha de ouro. Os outros 15 mil dólares (14 mil euros) cada.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt