Logo Observador
Elétricos

A Tesla que se cuide? Rival da Lucid fez 350 km/h

Ainda está em desenvolvimento, mas o automóvel eléctrico de estreia da Lucid Motors, fundada pelo ex-Tesla Peter Rawlinson, anuncia-se veloz como o vento. Dos 0 aos 350 km/h é um ar que se lhe dá.

Autor
  • Francisco António

Rival assumida da Tesla, a também norte-americana Lucid Motors continua apostada no desenvolvimento daquele que será o seu modelo de estreia e que, para já, dá pelo nome de Air. Além de prometer suplantar o Model S do fabricante de Palo Alto no que ao luxo diz respeito, o Air anuncia também, e desde já, melhores resultados em termos de performance. A começar por uma velocidade máxima que, mesmo limitada electronicamente, chegou já aos 350 km/h!

O feito terá sido alcançado durante o período em que o modelo esteve no Transportation Research Center, localizado no estado norte-americano do Ohio. Entidade a que foi entregue a responsabilidade de “avaliar o comportamento a alta velocidade [do Air], incluindo a estabilidade do veículo e a temperatura do sistema propulsor, em fases de maior esforço”, explicou o director de Marketing da Lucid, Zak Edson.

“O teste, realizado com o sistema de limitação de velocidade activado aos 350 km/h, foi um sucesso na demonstração das potencialidades do carro, assim como no apurar de áreas em que é ainda possível melhorar, e que não podiam ser detectadas num simples banco de ensaios”, afirmou o mesmo responsável. Considerando que, não só o eléctrico se portou muito bem, como conseguiu fazer aumentar a confiança dos engenheiros nas capacidades do sistema propulsor.

Cumprida esta etapa, que inclusivamente se encontra registada no vídeo que a Lucid Motors acaba de divulgar, o próximo passo, anuncia Zak Edson, passa por voltar a colocar o Air em pista, desta feita, já com limitador de velocidade desactivado. Não só para perceber os efeitos de tal opção, como também para ver como o veículo se comporta.

Recorde-se que, há apenas alguns meses atrás, em pleno Inverno, a Lucid submeteu o seu sedan desportivo de quarto portas ao frio e neve do Minnesota. Teste que, tal como o agora realizado, serviu para que o fabricante reunir toda a informação necessária para a versão de produção, que a marca pretende comercializar a partir de 2019.

Segundo a Lucid, o modelo base será proposto por valores na casa dos 57 mil euros, com as versões mais equipadas a serem comercializadas por preços em torno dos 94 mil euros. Neste caso, com um propulsor eléctrico a debitar 1.013 cv de potência, uma capacidade de aceleração dos 0 os 100 km/h a rondar os 2,5 segundos e baterias capazes de garantir uma autonomia perto dos 650 km.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt