Tech Auto

(Ainda) acredita no Pai Natal? E em carros voadores?

É um estudo da Universidade do Michigan que conclui: os homens estão mais excitados que as mulheres com a possibilidade de os seus carros voarem. E também estão dispostos a pagar mais por isso.

Autor
  • Francisco António
Mais sobre

Numa altura em que são cada vez mais as empresas a apontarem o automóvel do futuro como um misto de carro e avião, um estudo levado a cabo por dois investigadores da Universidade do Michigan, nos EUA, vem confirmar que o melhor mesmo é que, esses ditos carros voadores, cheguem depressa! Com os homens, mais do que as mulheres, a assumirem-se entusiasmados com a possibilidade de voarem pelos céus, ao volante do seu novo automóvel (ou avião, depende da perspectiva).

Depois de empresas como a AeroMobil, e de parcerias como a da Italdesign com a Airbus, terem voltado recentemente ao tema do automóvel voador, os investigadores Michael Sivak e Brandon Schoettle, da Universidade do Michigan, quiseram aferir da receptividade dos condutores a essa nova e possível realidade. Com as conclusões, elaboradas com base nas respostas (válidas) de 508 adultos, a confirmarem que, afinal, o futuro pode chegar já amanhã.

Segundo este trabalho de investigação, são os homens que maior entusiasmo demonstram com tal possibilidade. Com 51% dos inquiridos a assumir ter uma opinião “muito positiva”, ou “relativamente positiva”, quanto a carros voadores. Já entre as mulheres, o índice de opiniões positivas não ultrapassou os 38%.

Também a dividir opiniões entre sexos, surge o preço: 30,3% dos homens consideram que um carro voador por valores entre os 94 e os 188 mil euros seria algo “perfeitamente aceitável”, ao passo que entre as mulheres, quiçá mais prudentes, apenas 18,6% concordou em aceitar essa ordem de valores como razoável.

Igualmente curioso é o facto de apenas 4,4% dos inquiridos ter concordado que seria comportável pagar um valor entre 564 mil e 940 mil euros, por um automóvel voador.

Finalmente, e quanto ao tipo de carro voador desejado, o estudo revela que as preferências vão claramente para um que descole tal como um helicóptero (caso da proposta comercial, no vídeo acima, que a Pal-V vai lançar amanhã no Mónaco); que utilize energia eléctrica, ao invés de combustíveis fósseis; e que seja capaz de fazer pelo menos 644 quilómetros antes de novo reabastecimento. Sendo que, 43% dos inquiridos apaixonados por um tal meio de transporte gostaria igualmente que ele fosse capaz de se conduzir sozinho.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site