Logo Observador
Audi

Fez-se luz. Audi e-tron Sportback revelado: 503 cv e… centenas de LED

105

A Audi desvendou a variante crossover-coupé do futuro topo de gama da família Q, o e-tron Sportback Concept. Eléctrico, com 500 km de autonomia, 503 cv de potência e “montes” de LED. Que servem para…

Autor
  • Francisco António

Depois de um adoçar de boca inicial, a poucos dias do desvendar oficial do modelo, eis que a Audi acaba de dar a conhecer, no Salão Automóvel de Xangai, o protótipo que antevê a variante esteticamente mais arrebatadora do futuro topo de gama da família Q, o Audi e-tron Sportback Concept. E que, além da promessa de apresentação da versão de produção em 2019, confirma o que já se suspeitava: contará com propulsão eléctrica, elevada autonomia e ainda melhores prestações.

Confirmando grande parte dos predicados divulgados através de vários teasers lançados nos últimos dias, o modelo agora apresentado destaca-se, desde logo, pela já esperada configuração de crossover-coupé. Da qual fazem parte, além das ópticas e farolins Full LED, cerca de 250 díodos de luz, espalhados pelo pára-choques dianteiro e grelha frontal. E que, entre outras funções, servem também para que o e-tron Sportback Concept consiga comunicar com os outros carros que circulam na mesma estrada, seja através de desenhos ou de outro tipo de sinais.

Com um comprimento total de quase cinco metros (4,9 m), 1,98 m de largura e 1,53 m de altura, números que lhe permitem oferecer, por exemplo, uma capacidade de carga inicial de 550 litros (1.450 litros com os bancos traseiros rebatidos), o concept recorre a um sistema propulsor exclusivamente eléctrico, baseado em três motores (um no eixo dianteiro e dois no eixo traseiro) que lhe garantem uma potência máxima de 435 cv quando no modo D, podendo mesmo chegar aos 503 cv, ainda que apenas por alguns momentos, com o modo Boost activado. Seja como for, garante a Audi, é potência suficiente para garantir acelerações dos 0 aos 100 km/h em não mais que 4,5 segundos, além de uma velocidade máxima limitada electronicamente a 210 km/h.

Relativamente ao funcionamento do sistema de propulsão e porque a eficiência também importa, está configurado para que, em situações de condução descontraída e com o carro no modo D, seja apenas o motor situado no eixo dianteiro a assumir as despesas de locomoção. Com os restantes propulsores a entrarem em acção apenas a partir do momento em que o condutor decida adoptar uma condução mais desportiva e seleccione, na manche da caixa, o também disponível modo S.

No apoio aos motores eléctricos, um conjunto de baterias de iões de lítio a anunciar uma capacidade de 95 kWh, nas quais é possível reunir electricidade suficiente para garantir uma autonomia de, pelo menos, 500 km. Isto, de acordo com o mais optimista New European Driving Cycle (NEDC).

Já quanto ao recarregamento das baterias, a Audi garante que tanto pode ser feito em correntes AC, como DC. Embora, optando pela corrente directa, seja possível repor energia suficiente para, pelo menos, mais 400 km, em pouco mais de 30 minutos.

Realce ainda para o facto de o e-tron Sportback Concept estar preparado para carregamentos por indução, desde que instalado no piso da garagem ou estacionamento o Audi Wireless Charging. Sendo que o próprio sistema de estacionamento automático presente no carro se encarregar de o colocar, milimetricamente, no sítio certo, para em seguida dar início ao carregamento!

Ainda no domínio técnico, destaque para a inclusão da suspensão desportiva e adaptativa a ar, com a altura ao solo a poder ser automaticamente ajustada, em função da velocidade, segundo um de quatro níveis predefinidos – com a elevação a poder atingir, no nível mais alto, os 63 mm de altura!

De resto, e tal como em qualquer outro protótipo, é impossível não reparar em pormenores como as enormes rodas 285/30, com jantes de 23”, a esconderem discos de travão de 20″ à frente e de 19″ atrás. Ou até mesmo nas câmaras, que substituem os tradicionais retrovisores exteriores.

Já no interior do habitáculo, são não só as promessas de espaço desafogado, mas também o minimalismo nas linhas, que imperam. Nota, também, para a instrumentação totalmente digital e para um ecrã OLED e táctil de dimensões particularmente generosas (10”), que serve de porta de entrada para o sistema de infoentretenimento.

Um pouco mais abaixo, um outro ecrã, também táctil mas mais pequeno, proporciona a possibilidade de controlar o aquecimento, a ventilação e o ar condicionado, ao mesmo tempo que, acima do porta-luvas, um outro ecrã digital, estreito e largo, exibe informações como a temperatura do ar, as horas e outros dados multimédia.

Finalmente, a Audi anunciou ainda que a versão de produção deste e-tron Sportback Concept deverá ser conhecida apenas em 2019, ou seja, um ano depois da variante não-coupé. Esta última, baseada no e-tron quattro concept apresentado no Salão de Frankfurt de 2015 e cuja produção está já agendada para a fábrica da marca em Bruxelas, na Bélgica.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt