Logo Observador
Wolfgang Schäuble

Schauble diz que o FMI está cansado de lidar com os problemas europeus

352

Ministro das Finanças da Alemanha defende que a Europa deve fazer resgates sem apoio do FMI, que diz estar cansado de lidar com problemas europeus, e passar essa função para o MEE.

ARMANDO BABANI/EPA

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schauble, disse esta quinta-feira que o Mecanismo Europeu de Estabilidade pode vir a assumir as funções que o Fundo Monetário Internacional (FMI) tem desempenhado nos resgates europeus. Até porque, diz, o FMI está cansado de lidar com os problemas da Europa.

Em Washington, nas reuniões da primavera do FMI e do Banco Mundial, o ministro alemão disse que a administração do Fundo está “cansada de estar sempre ocupada com problemas europeus”, em alusão aos vários resgates em que o FMI participou na Europa, entre eles os de Portugal e Grécia. Não só com apoio técnico, mas também financeiro.

Para Wolfgang Schauble, a Europa deve começar a pensar em fazer os resgates de que os países europeus venham a necessitar sem o apoio do FMI.

A posição do ministro contrasta com a posição alemã durante a crise e, mais recentemente, no terceiro resgate à Grécia. A Alemanha tem sido a maior defensora da participação do Fundo, instituição que considera ter a experiência e o conhecimento para operacionalizar um resgate.

Berlim tem mesmo dito que só com a participação do FMI é que o resgate à Grécia pode avançar, perante a resistência do Fundo – que exige uma reestruturação da dívida antes de voltar a entrar no resgate – e da Grécia, que acusa o FMI de querer impor mais austeridade e destruir a economia grega.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt