Auto

Venezuela. Autoridades ocupam fábrica da General Motors. As operações no país já foram suspensas

430

A General Motors denunciou esta quarta-feira que as autoridades venezuelanas tomaram posse "ilegal" de uma fábrica na região de Valencia. As operações da empresa no país já foram suspensas.

A empresa garante avaliar todos os "caminhos legais" para defender os seus direitos

AFP/Getty Images

Autores
  • Agência Lusa
Mais sobre

A General Motors (GM) anunciou na quarta-feira que as autoridades venezuelanas ocuparam uma linha de produção na região de Valencia. A ocupação acontece num contexto de profunda crise económica no país liderado por Maduro.

A sucursal venezuelana da fabricante norte-americana deu a conhecer a situação numa declaração oficial.

Ontem, uma linha de produção foi inesperadamente ocupada pelas autoridades, impedindo o decorrer normal das operações. Igualmente, outros bens da empresa, como veículos, foram ilegalmente retirados das instalações.”

O Ministro da Informação não respondeu ao pedido de informação da empresa, que garante que a ocupação causa danos irreparáveis à empresa, e aos seus quase 3000 trabalhadores. Aliás, a indústria automóvel tem estado em queda livre, atingida por uma falha no fornecimento de matérias-primas.

A empresa anunciou ainda esta quinta-feira num comunicado que suspendeu as operações na Venezuela depois das autoridades venezuelanas terem confiscado na quarta-feira uma fábrica da empresa.

No comunicado, a construtora automóvel norte-americana diz que outros ativos como automóveis foram retirados da fábrica, causando danos irreparáveis.

A GM afirma que a fábrica foi confiscada desrespeitando o direito a um processo e adianta que vai defender-se legalmente e que está confiante que a justiça prevalecerá.

A construtora norte-americana, com cerca de 2700 trabalhadores no país, é líder de mercado na Venezuela há mais de 35 anos.

Nos últimos dias a Venezuela tem sido atingida por violentos protestos contra as políticas do Governo, a escassez de bens e uma taxa de inflação de três dígitos.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
IPSS

Raríssimas: o Estado é parte do problema

Rui Ramos

Mais do que por uma “vida de luxo”, a direcção da Raríssimas foi atraída por uma “vida de Estado”. Libertar a sociedade deste Estado gordo e promíscuo seria um meio de a libertar das piores tentações.

Brexit

Quem disse que sair da Europa era fácil?

Diana Soller

Esperemos que o executivo britânico se reorganize depressa. Ainda que o divórcio tenha tido até agora pouco de litigioso, uma das partes põe paus na engrenagem. E nas separações todo o cuidado é pouco

Crianças

Há Natais e Natais...

Rute Agulhas

Pais, mães, avós e restante família alargada. Deixemos as crianças viver a magia do Natal. Acreditar, mesmo que seja a fingir, no Pai Natal e nas renas, e na fábrica de brinquedos, e nos duendes.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site