Logo Observador
Liga dos Campeões

Futebol. Duelo de Madrid anima meias-finais da Champions

Real e Atlético reeditam a final da Liga dos Campeões de 2014 e 2016 nas meias-finais desta edição, ao passo que Mónaco de Jardim começa em casa a eliminatória contra os italianos da Juventus.

Ronaldo apontou um hat-trick frente ao Bayern e tornou-se o primeiro jogador a chegar aos 100 golos na Champions

KIKO HUESCA/EPA

Foi a final de 2014, ganhou o Real Madrid. Foi a final de 2016, ganhou o Real Madrid. Agora, é a meia-final de 2017: o Real Madrid confirma que não há duas sem três ou o Atlético de Madrid mostra que à terceira é de vez?

O sorteio das meias-finais da Liga dos Campeões acabou por juntar os dois rivais de Madrid na luta por um lugar no jogo decisivo, em Cardiff. Ou seja, mais uma vez haverá um conjunto espanhol na final da Champions.

No outro encontro, o Mónaco de Leonardo Jardim, provavelmente a melhor equipa a atacar da prova, vai enfrentar a Juventus de Massimiliano Allegri, provavelmente a melhor equipa a defender da prova. Com a vantagem, ou não, de fazer o primeiro encontro em território francês, ao contrário do que aconteceu nos quartos-de-final.

A primeira mão das meias-finais joga-se a 2 e 3 de maio, a segunda mão é uma semana depois, a 9 e 10 de maio. E no final poderá mesmo haver um duelo entre madeirenses no jogo decisivo: Ronaldo vs. Leonardo Jardim.

Em paralelo, esta poderá ser uma oportunidade de ouro para o avançado português continuar a fazer história: depois de ter sido o primeiro a chegar aos 100 golos nas provas europeias e aos 100 golos na Liga dos Campeões, Ronaldo procura ganhar a quarta Liga dos Campeões (terceira pelo Real)… que o aproximaria da quinta Bola de Ouro, o atual registo de Lionel Messi.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Catolicismo

Maria Madalena: a apóstola dos apóstolos

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Todas as mulheres cristãs, sem necessidade do sacramento da Ordem, podem e devem ser, sejam leigas ou consagradas, solteiras ou casadas, apóstolas de apóstolos, como Maria Madalena.