Logo Observador
Tesla

Tesla já tem uma loja (temporária) na Casa da Música

255

A marca americana vai inaugurar no 2º semestre as primeiras instalações em Portugal, mas entretanto criou dois espaços de exposição temporários, em Lisboa e no Porto. E já possui equipa de vendas.

Autor
  • Alfredo Lavrador

Depois de ter arrancado com uma exposição no Centro Comercial das Amoreiras, em Lisboa, em meados de Abril, a Tesla inaugurou esta sexta-feira no Porto o seu segundo espaço temporário, bem em frente à Casa da Música.

Enquanto continua em fase adiantada de pesquisa para as instalações definitivas que pretende inaugurar na capital, entre Setembro e Novembro deste ano e onde vai instalar a sede, a área comercial e a oficina – não necessariamente num só local –, a Tesla decidiu não esperar mais e partir já para a conquista dos condutores portugueses potenciais clientes dos automóveis produzidos pelo fabricante americano, que aliam accionamento eléctrico, grande autonomia e uma impressionante capacidade de aceleração.

Primeiro foi Lisboa a receber uma exposição temporária, que vai ocupar a segunda quinzena de Abril, tendo por palco o Centro Comercial das Amoreiras, para hoje estrear uma loja pop-up no Porto, também ela temporária, mas com maior longevidade, estando prevista permanecer activa até dia 3 de Junho.

Ambos os locais vão ter em exposição os dois veículos actualmente produzidos pelo fabricante americano, respectivamente a berlina de luxo Model S e o SUV Model X, devidamente acompanhados por uma equipa de vendas, composta por três elementos na loja em frente à Casa da Música e outros dois no shopping lisboeta. Paralelamente, no Hotel Intercontinental, próximo de Cascais, existirá uma frota de veículos destinada a permitir, aos interessados, o contacto com as potencialidades dos Tesla.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt