Logo Observador
Tech Auto

Estradas que produzem electricidade? É possível

341

A Califórnia decidiu financiar dois projectos, destinados a testar a viabilidade da piezoelectricidade nas estradas. Apenas 800 metros de via poderão ser suficientes para alimentar 5.000 lares.

Autor
  • António Sousa Pereira

Depois das estradas com painéis solares, eis que chegam as estradas capazes de gerar electricidade simplesmente através da passagem dos veículos sobre o asfalto. As autoridades da Califórnia decidiram disponibilizar mais de 2 milhões de euros para avaliar a viabilidade desta solução, e vão mesmo financiar dois projectos experimentais, que propõem a piezoelectricidade como fonte geradora de energia ligada ao pavimento.

O princípio subjacente a esta solução é simples. Se alguns cristais têm a capacidade de gerar uma tensão eléctrica quando sujeitos a uma pressão, porque não embutir sensores piezoeléctricos nas estradas, de forma a transformar em electricidade a simples passagem dos veículos sobre as mesmas? É que, com ou sem sensores, a força exercida pelos veículos sobre o asfalto vai sempre existir.

Um dos projectos em questão prevê a instalação de uma fina rede de pequenos sensores piezoeléctricos num troço de asfalto de 60 metros de uma universidade californiana. Estima-se que seja necessária a passagem de, pelo menos, 400 veículos por hora para tornar economicamente válida esta a solução. Algo que não será difícil de alcançar em inúmeros locais do território estadounidense.

O segundo projecto é mais ambicioso e fará uso de 800 metros de auto-estrada, também com sensores piezoeléctricos embutidos, para alimentar, potencialmente, 5.000 lares. Aqui, outros dos elementos em análise serão as eventuais consequências para o pavimento, em termos de durabilidade e desgaste, resultantes da montagem dos referidos sensores.

Inequívoco será que vale a pena, pelo menos, tentar, não vá dar-se o caso de estas experiências acabarem por revelar-se válidas. E aqui pode estar uma preciosa fonte de energia para muitos países. Como os EUA, em que existirão cerca de 2 milhões de quilómetros de estradas asfaltadas. Ou mesmo Portugal, senhor de uma das maiores redes de auto-estradas da Europa – e que, assim, poderia vir a ter uma outra utilidade.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt