Logo Observador
Celebridades

Após tanto negar, Val Kilmer admite tratamento contra cancro

Durante uma conversa com os fãs, no fórum Reddit, Val Kilmer finalmente admitiu ter feito um tratamento contra o cancro. Em 2016, o ator de 57 anos desmentiu rumores de que estaria doente.

"A minha língua ainda está inchada", escreveu o ator no forúm Reddit.

Kevin Winter/Getty Images

Val Kilmer finalmente admitiu ter feito um tratamento contra o cancro. A confissão surgiu no decorrer de uma conversa com os fãs no fórum Reddit. Durante a sessão de perguntas e respostas, um fã questionou a estrela de “Batman” e de “Top Gun” sobre o que realmente aconteceu quando o também ator Michael Douglas afirmou, em 2016, que Kilmer tinha o mesmo tipo de cancro que ele — Douglas foi diagnosticado com cancro na garganta em 2010.

“Ele estava, muito provavelmente, a tentar ajudar-me porque a imprensa estava a perguntar onde é que eu andava”, escreveu o ator de 57 anos, para depois referir que, à data, estava a fazer “um tratamento contra o cancro”. “A minha língua ainda está inchada”, continuou Kilmer.

Em novembro do ano passado, Val Kilmer usou a conta de Facebook para desmentir rumores de que estaria com cancro. À data, desmentiu o ator Michael Douglas, escrevendo que, “apesar de gostar muito” dele, Douglas estaria “desinformado” quanto ao seu estado de saúde. Kilmer apenas confirmou que lhe tinha pedido referências para encontrar um especialista que o ajudasse a propósito de um nódulo na garganta.

Ator Val Kilmer nega rumores de cancro

Kilmer e Douglas trabalharam juntos em 1996, no filme “Caçadores na Noite”.

Escreve a BBC que, na sequência das afirmações de Douglas, foi noticiado que Val Kilmer estaria hesitante em procurar tratamento médico devido a um movimento religioso, de nome Ciência Cristã, que tem por base a crença de que as doenças podem ser combatidas com orações, muito embora a respetiva igreja não proíba a procura de tratamentos médicos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
Amor

A lição que Portugal deveria aprender com o Brasil

Ruth Manus
215

Foi aí que percebi que “eu te amo” seria uma belíssima solução para o amor português. Na verdade, nós no Brasil nem falamos o “eu”. Basta o “te amo”. O que importa é que é uma expressão fácil.