Logo Observador
Tech Auto

É assim que Elon Musk planeia escapar ao trânsito

429

Três novidades de uma vez. Numa animação, Elon Musk revelou como planeia reduzir o tráfego nas cidades e antecipou o seu autocarro autónomo. De caminho, saiu um teaser do camião que a Tesla vai fazer.

Autor
  • Simone Carvalho

Apesar de garantir que só gastará 2 ou 3% do seu tempo no seu novo desafio empresarial – a construção de uma rede de túneis rodoviários no subsolo de Los Angeles –, aí está o primeiro vídeo do mais recente projecto empresarial de Elon Musk, The Boring Company. Isto apenas quatro meses depois de o fundador da Tesla ter anunciado no Twitter que ia começar a escavar.

Recorrendo a uma animação computadorizada, a empresa criada por Elon Musk com o intuito de vir a acabar de vez com o pesadelo do trânsito nas grandes cidades, apresentou a sua visão de como pretende alcançar semelhante intento. Para (não) variar, trata-se de mais uma empreitada megalómana ou, no mínimo, ambiciosa. Visionando o vídeo, percebe-se que Elon Musk estava a falar a sério quando, no ano passado, num encontro com estudantes no Texas, disse que os congestionamentos só poderiam acabar com a construção de túneis, em vários níveis. Até apontou um número: 30. Pois bem, agora vê-se o que o empresário realmente queria dizer.

O sistema imaginado por Musk integra elevadores que retiram o carro da superfície numa plataforma equipada com tecnologia maglev – de levitação magnética, tecnologia já utilizada em comboios de alta velocidade, capazes de superar os 600 km/h devido à ausência de atrito. Uma vez lá em baixo, essa plataforma faz a ligação a uma rede de foguetes autónomos que conduzem o veículo através de um de múltiplos níveis de túneis a velocidades de até 200 km/h, acabando por integrar o automóvel perfeitamente no tráfego subterrâneo, como se o carro se tratasse de um pacote de dados num sistema de comunicações de banda larga, avança o site TechCrunch.

Outro elemento em destaque no vídeo, a par dos vários modelos Tesla (claro), é um pequeno autocarro com uma grande superfície vidrada, o que permite ver no interior ocupantes tanto de pé como sentados, sendo que também este veículo usufrui do visionário esquema de locomoção. Ora, como Musk já fez saber que pretende fazer um mini-autocarro autónomo num futuro próximo, poderá aqui residir um vislumbre do projecto que o empreendedor tem em mente.

Porém, nada disto estará para breve. É que enquanto a The Boring Company ainda se encontra a conceber uma máquina de perfuração que dê conta do recado e a tecer planos de escavação no “terreno” de outra empresa de Musk, a SpaceX, como Elon Musk já fez saber que só pretende despender 2 a 3% do seu tempo nesta empreitada, não será de esperar que uma infraestrutura desta dimensão avance nos próximos tempos.

Mais perto de se tornar realidade estará o camião eléctrico que a Tesla vai fazer. A par da divulgação do primeiro vídeo da The Boring Company, o fundador da marca californiana revelou um teaser desse veículo cuja revelação completa é aguardada para o próximo mês de Setembro. A comercialização, essa, está planeada para 2019.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Já não há vida para além do défice

Rui Ramos

O plano é claro: viabilizar o regime português, não através da iniciativa dos cidadãos em Portugal, mas das transferências europeias, confiando na velha complacência de Bruxelas. 

Crónica

Um certo tempo

Miguel Tamen

O que é dizer uma coisa? Se eu contei um segredo a mim próprio não posso ser acusado de bisbilhotice ou de traição: não disse nada.