Fátima

A cada dia 13, saem para a rua 71 mil exemplares do ‘Voz da Fátima’

São vários os instrumentos de comunicação do Santuário de Fátima. Seja jornais, um site ou redes sociais, o santuário usa-os para difundir a mensagem de Fátima e cobrir a sua agenda religiosa.

A cada dia 13 de cada mês, 71 mil exemplares do jornal Voz da Fátima saem à rua. Este é o mais antigo projeto de comunicação do santuário e é considerado um "instrumento de evangelização".

PAULO NOVAIS/LUSA

São vários os instrumentos de comunicação do Santuário de Fátima. Sejam jornais, um site ou redes sociais, o santuário rege-se desses meios para difundir a mensagem de Fátima e cobrir a sua agenda religiosa. O jornal Voz da Fátima (mensal) e o boletim Fátima, Luz e Paz (trimestral) são as duas publicações periódicas do santuário, que cobrem a sua agenda e difundem informações sobre o acontecimento e a mensagem de Fátima.

A cada dia 13 de cada mês, 71 mil exemplares do jornal Voz da Fátima saem à rua. Este é o mais antigo projeto de comunicação do santuário e é considerado um “instrumento de evangelização”. A Voz de Fátima, cujo primeiro número remonta a 13 de outubro de 1922, tem 71 mil exemplares de tiragem, cada um com oito páginas. Quem o diz é Carmo Rodeia, a diretora de comunicação do Santuário de Fátima. Já o boletim Fátima, Luz e Paz conta com 12 páginas e 12 mil exemplares de tiragem.

Chega a 174 países e é publicado nas sete línguas oficiais do santuário: português, inglês, francês, italiano, alemão, espanhol e polaco”, garante Carmo Rodeia.

O primeiro número deste jornal trimestral saiu a 13 de maio de 2004, sendo considerado um “canal de comunicação” entre o santuário e as pessoas, as comunidades, as instituições e os movimentos ligados ao culto de Nossa Senhora de Fátima no mundo. Quer o jornal, quer o boletim, têm distribuição gratuita, mediante assinatura.

A responsável acrescentou que, com o centenário das “aparições”, este ano, nasceu também a revista Fátima XXI, que “trata grandes temas de Fátima, com entrevistas e reportagem, bem como textos mais científicos”. Esta tem duas edições por ano, em maio e em outubro, e tem de ser comprada.

“Há um contador do tempo que falta para o dia 13 de maio de 2017, em que se comemora o centenário das aparições”

Existe também uma página online atualizada diariamente, “com notícias sobre a vida e os eventos promovidos pelo santuário e que oferece também um conjunto de subsídios, bastante aprofundado, sobre os conteúdos da mensagem de Fátima”. Para além disso, O Santuário de Fátima marca presença em várias redes sociais, como o Facebook, o Instagram, o Twitter ou o Youtube.

A tiragem do jornal Voz da Fátima “diminuiu ligeiramente” o que, segundo a responsável, se deve ao facto de o seu público privilegiado serem mensageiros do Movimento da Mensagem de Fátima, já idosos, e, “à medida que vão falecendo, os seus descendentes cancelam a assinatura”. As publicações do santuário são “de cariz confessional” e dirigidas pelo reitor do Santuário de Fátima. Nelas trabalham e colaboram os funcionários do santuário ou convidados.

No caso das duas publicações regulares, bem como das publicações digitais, trabalham os três elementos da sala de imprensa, duas delas jornalistas profissionais com carteira suspensa devido às funções de assessoria de imprensa que desempenham”, referiu Carmo Rodeia.

No que respeita ao boletim Fátima, Luz e Paz é enviado para 174 países, sendo a Europa o continente com o maior número de subscritores. O país com o maior número de subscritores é a Itália e o idioma que predomina em termos de impressão é o português.

Em março do ano passado, o Santuário de Fátima lançou um novo site na Internet – fatima.pt – , onde se podem encontrar informações sobre a atividade pastoral diária e de relevo histórico e teológico para a compreensão da mensagem de Fátima, com atualizações diárias. Na nova página há um contador do tempo que falta para o dia 13 de maio de 2017, em que se comemora o centenário das aparições.

A visualização em direto da capelinha das aparições continuou a ser um dos pontos mais importantes deste novo site, que, à semelhança do anterior, se espera que continue a ser visitado por milhares de peregrinos diariamente”, acrescentou.

O site – que está disponível nos sete idiomas oficiais do santuário e permite fazer compras online na sua loja oficial – é visitado por milhares de pessoas, sobretudo da América Latina e de Portugal.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Fátima

O milagre do sol que não dançou…

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
624

Alguns crentes ficarão decepcionados com esta explicação mas, se o milagre supusesse uma impossibilidade física, não seria possível a sua explicação científica.

Politicamente Correto

É difícil comer cabrito vivo

Helena Matos

Estava a perceber quando terão os trabalhadores do sector privado as suas 35 horas e eis que constato que a Nação se mobiliza contra uma ignomínia: a morte de um cabrito num congresso de cozinheiros 

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site