Logo Observador
Lexus

Aposta no hidrogénio. LS com versão a fuel cells?

Novos dados parecem indicar que a Lexus estará a preparar uma versão a fuel cells do novo LS. Primeiro na forma de um protótipo, muito provavelmente a revelar no final do ano, no Salão de Los Angeles.

Autor
  • António Sousa Pereira

É conhecido o “diferendo” que vai opondo marcas como a Toyota e a Honda à generalidade dos restantes grandes construtores de automóveis. Estes últimos crêem que as baterias, mercê do desenvolvimento tecnológico, serão a principal solução do futuro para animar os automóveis eléctricos. Já os dois fabricantes nipónicos continuam a apostar nas fuel cells como forma de garantir não só uma maior autonomia, como a sua rápida reposição.

Não espantará, por isso, que a Lexus tenha apresentado, junto das autoridades norte-americanas, um pedido de registo de marca para o termo “LS-FC Concept”, para utilização “em automóveis e em componentes estruturais dos mesmos”. Uma iniciativa que parece apontar no sentido de a divisão de luxo da Toyota estar a preparar-se para apresentar o protótipo de uma versão do seu novo topo de gama “alimentada” por hidrogénio.

Luxo e requinte na forma híbrida. LS 500h em 2018

Sendo já antigos os rumores que indicavam a pretensão da Lexus contar com uma variante a fuel cells do LS, esta possibilidade é, agora, reforçada também pelo facto de o protótipo LF-FC Concept, estreado no Salão de Tóquio de 2015, além de ter servido como antevisão do novo LS, ser ele mesmo animado por um grupo motopropulsor composto por quatro motores eléctricos (um por roda, o que também lhe garantia a tracção integral) alimentados por fuel cells. Tendo em conta o local em que este pedido de registo de marca foi realizado, o mais certo é que o protótipo do LS a fuel cells seja apresentado nos EUA, muito provavelmente no final do ano, no Salão de Los Angeles, ou não fosse a Califórnia o mercado preferencial, no território norte-americano, de tudo o que é automóvel de cariz mais ambientalista.

A animar esse eventual LS-FC deverá estar uma variante mais poderosa da motorização utilizada pelo Toyota Mirai. O modelo de produção em série, a ver a luz do dia, e tendo em conta que será o novo porta-estandarte da Lexus em termos tecnológicos, deverá estar pronto a tempo das próximas Olimpíadas, a realizar em Tóquio em 2020, e decerto não deixará de incluir as mais recentes soluções desenvolvidas pela marca no domínio da condução autónoma.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt