Logo Observador
Banco de Portugal

Empréstimos concedidos às famílias caíram 1,2% em março

O total de empréstimos concedidos pelos bancos às famílias caiu 1,2% em março para 124,09 mil milhões de euros, de acordo com dados divulgados, esta quarta-feira, pelo Banco de Portugal.

Segundo o BdP, a taxa dos empréstimos concedidos às famílias manteve-se inalterada face a fevereiro.

RODRIGO BAPTISTA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O total de empréstimos concedidos pelos bancos às famílias caiu 1,2% em março para 124,09 mil milhões de euros, de acordo com dados divulgados, esta quarta-feira, pelo Banco de Portugal.

Segundo o BdP, a taxa dos empréstimos concedidos às famílias manteve-se inalterada face a fevereiro, recuando 1,2%, um comportamento verificado nos segmentos da habitação e do consumo e outros fins, que também mantiveram a taxa em -2,4% e 4,3%, respetivamente.

O rácio de crédito malparado dos empréstimos às famílias situou-se em 4,7%, valor igual ao do mês anterior, diz o regulador, acrescentando que a percentagem de devedores do setor das famílias com crédito vencido caiu 0,1 pontos percentuais face a fevereiro, fixando-se em 13,2%.

Já no que diz respeito aos empréstimos concedidos pelo setor financeiro residente às sociedades não financeiras, a taxa de variação anual foi -2,7%, num valor de 76,381 mil milhões de euros, o que representa uma queda de 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior.

Os empréstimos às empresas privadas exportadoras apresentaram uma taxa de 0,2%, correspondente a uma subida de 0,1 pontos percentuais face a fevereiro.

O rácio de crédito malparado das sociedades não financeiras situou-se em 15,5%, uma redução de 0,1 pontos percentuais em relação ao mês anterior.

A percentagem de devedores com crédito vencido recuou 0,7 pontos percentuais, situando-se em 26,9%.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt