Logo Observador
Irão

21 mortos em acidente numa mina no norte do Irão

Depois de uma gigante explosão, nesta manhã de quarta-feira, mais de 50 mineiros ficaram presos no interior de uma mina, no norte do Irão. 21 acabaram por morrer.

O Irão extraiu 1,68 milhões de toneladas de carvão em 2016.

Getty Images

Autores
  • Agência Lusa

Vinte e um corpos foram retirados de uma mina no norte do Irão depois do colapso dos túneis, provocado por uma explosão na manhã desta quarta-feira, informaram várias agências de notícias iranianas. Depois de uma gigante explosão, mais de 50 mineiros ficaram presos.

“Vinte e um corpos foram retirados. Trata-se de corpos de mineiros que haviam descido à mina para socorrer os seus camaradas. O balanço não compreende os 32 mineiros que ficaram bloqueados na mina depois da explosão”, declarou Reza Bahrami, chefe do Gabinete da Indústria e das Minas da província de Golestan, no norte do país, onde ocorreu o acidente.

Os relatórios dizem que mais de uma dúzia de feridos foram transferidos do local do acidente, a mina de carvão de Zemestanyurt, para o hospital por volta das 12h45, hora local. Reza Bahrami acrescentou que as equipas de socorro injetaram oxigénio nos túneis para tentar salvar os mineiros presos.

A agência de notícias do Irão, IRNA, citou um funcionário que afirmou que alguns dos seus colegas podem ter morrido na explosão, enquanto decorria a missão de resgate.

O Irão extraiu 1,68 milhões de toneladas de carvão, em 2016, aumentando a extração registada nos anos anteriores. Este crescimento deveu-se em grande parte à diminuição das sanções internacionais à atividade mineira. O carvão é usado maioritariamente para a produção doméstica de aço, havendo apenas uma pequena percentagem que é exportado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt