Papa em Fátima

Vaticano revela ligeiro aumento da percentagem de católicos em Portugal

A Igreja Católica em Portugal registou, em 2015, um ligeiro aumento na percentagem dos católicos face a 2010, de acordo com dados do Vaticano divulgados esta quarta feira.

A Santa Sé revelou que, em Portugal, existem um total de 9,183 milhões de católicos numa população de 10,34 milhões de pessoas, correspondendo a uma percentagem de 88,7%.

ROGER ANIS / POOL/EPA

A Igreja Católica em Portugal registou, em 2015, um ligeiro aumento na percentagem dos católicos face a 2010, ano em que o papa Bento XVI visitou Portugal, de acordo com dados do Vaticano divulgados esta quarta feira.

A Sala de Imprensa da Santa Sé revela que, em Portugal, existem um total de 9,183 milhões de católicos numa população de 10,34 milhões de pessoas, correspondendo a uma percentagem de 88,7%, mais quatro décimas do que em 2010.

Há sete anos, quando Bento XVI esteve em Lisboa, Fátima e Porto, o número de católicos portugueses divulgado pela Santa Sé era de 9,36 milhões numa população de 10,6 milhões de habitantes, noticiou a agência Ecclesia. Estes números foram recolhidos pelo Serviço Central de Estatística da Igreja e referem-se a 31 de dezembro de 2015.

Os números foram divulgados pela Santa Sé a nove dias da visita do papa Francisco para canonizar os pastorinhos Francisco e Jacinta, em Fátima, em 13 de maio, no centenário das “aparições”.

Segundo a agência Ecclesia, entre 2000 e 2008 o número de sacerdotes diocesanos baixou de 3.159 para 2.524 e o clero religioso desceu de 1.078 para 907 padres. Em 31 de março de 2017, a Igreja Católica em Portugal tinha 49 bispos, 3.431 padres, 360 diáconos permanentes, 237 religiosos e 4.603 religiosas. Há ainda 58.962 catequistas num total de 4.424 paróquias e 2.293 outros centros pastorais, em 21 dioceses.

A Santa Sé, de acordo com a Ecclesia, organiza uma conferência de imprensa na sexta-feira, em Roma, para apresentar a visita do papa, com o porta-voz do Vaticano, Greg Burke, a porta-voz do Santuário de Fátima, Carmo Rodeia, e o diretor do Departamento de Comunicação do Patriarcado de Lisboa, padre Nuno do Rosário Fernandes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

O vídeo das nossas vidas

Helena Matos
904

Beija-mão presidencial ao Papa em Monte Real. Um primeiro-ministro a brincar às amas. O país olha para o lado. E indigna-se com o "Correio da Manhã". É a propaganda, senhores. É a propaganda.

Papa em Fátima

«Temos Mãe!»

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
700

É natural que os pais se alegrem com os êxitos dos seus filhos, mas não é comum que assumam as suas culpas quando sofrem a tristeza de um filho os ferir com a indignidade de um comportamento criminoso

Felicidade

Portugal

Paulo Tunhas

Acaso Fátima, o Benfica e o “Amar pelos dois” nos vão mudar, para melhor ou para pior, colectivamente, a vida? É claro que não. E pretender o contrário é pura e simplesmente falso.

Global Shapers

O futuro do trabalho

Inês Santos Silva

Já há bots a resolver multas de trânsito, algoritmos a escolher tratamentos para cancro ou a selecionar profissionais. Próximas décadas serão desafiantes, mas há dois vetores a precisar de trabalho.

Autárquicas 2017

As eleições de André Ventura

Rui Ramos

Não há no que André Ventura afirmou qualquer vestígio de “racismo” ou “xenofobia”. Mas este Verão, a nossa oligarquia política precisava de inventar um Trump de palha, desse por onde desse.  

Eleições na Alemanha

Tenham medo, tenham muito medo

Paulo de Almeida Sande

Muitos eleitores do AfD votaram por medo: da invasão dos refugiados; do crescimento das comunidades islâmicas; da diluição da identidade alemã; ou, simplesmente, medo de existir.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site