Logo Observador
Curiosidades Auto

Motociclista aterra em cima de um carro na A28

Há pessoas com sorte. Este motociclista embateu por trás num automóvel, quando circulava em Portugal na A28, e aterrou em cima do carro. A moto ficou destruída. Quer saber como ficou o condutor?

Autor
  • Alfredo Lavrador

Um grupo de motociclistas percorria a A28 nas suas potentes motos, a um ritmo vivo mas sem roçar a loucura, pelo menos na altura em que o vídeo registou o momento. Às tantas, e logo no início do vídeo – publicado pelo youtuber português Rui Tiago -, é possível vislumbrar que o condutor que liderava o grupo embateu por trás num automóvel, um Honda Civic, que circulava calmamente na faixa da direita.

Este é um daqueles acidentes que tem tudo para correr mal, tenha ele sido motivado por uma redução súbita da velocidade por parte do condutor do veículo de quatro rodas, ou por excesso de velocidade aliada a alguma distracção por parte de quem ia aos comandos do modelo de duas rodas.

O embate contra a zona posterior do automóvel, necessariamente forte, quebrou de imediato as suspensões anteriores da Suzuki GSX R, que se partiu depois em múltiplas piruetas até ficar imobilizada na berma, com a sua estética substancialmente alterada e bastante menos atraente.

E o condutor? Bem, a esse abria-se uma série de possibilidade e nenhuma era boa para a sua saúde: ser atirado contra o automóvel e, no processo, partir o pescoço; ser cuspido por cima do veículo e cair à sua frente, sendo depois atropelado; ser atirado conta os suportes verticais que suportam os rails de protecção que, àquela velocidade, agiriam como facas, provocando-lhe fracturas múltiplas e com grande probabilidade fatais.

Porque o condutor da moto é decididamente um homem de sorte, acabou por ser cuspido e aterrar sobre a traseira do carro, cujo vidro traseiro, ao partir, absorveu o embate, não lhe provocando quaisquer danos. E quem ia ao volante do Honda Civic revelou ainda a calma suficiente para, mesmo depois de ver o motard amassar e invadir o seu automóvel, reduzir lentamente a velocidade antes de parar na berma, isto para não perturbar o passageiro que lhe entrou pelo carro adentro a alta velocidade.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Fogo de Pedrógão Grande

Assim, nada vai mudar

Alexandre Homem Cristo

A quem se entrega um dossier que se pretende inconclusivo? Ao parlamento, claro – um cemitério de reformas políticas e um palco de desentendimentos que nunca desilude nos espectáculos mediáticos.

Ocidente

A tradição ocidental da liberdade sob a lei

João Carlos Espada

A velha ideia de Universidade é uma das ideias centrais da Tradição Ocidental da Liberdade sob a Lei. Ambas serão celebradas entre hoje e quarta feira no Estoril Political Forum.

Fogo de Pedrógão Grande

Tudo é nada. E o nada é medo

Helena Matos

O imprevisível tornou-se no terror do Governo. Porque é o imprevisível que expõe o logro desse Estado cheio de “meninas César" que gasta metade da riqueza nacional e desaparece quando gritamos Socorro