Logo Observador
Museus

Prémio europeu para o Museu de Leiria potencia candidatura a Capital Europeia da Cultura

633

O Museu de Leiria venceu este sábado o The Silletto Prize, uma das distinções mais importantes da cerimónia anual dos prémios do European Museum Forum, numa gala que se realizou em Zabreb, na Croácia.

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A Câmara de Leiria vai potenciar a candidatura a Capital Europeia da Cultura de 2027 com a vitória deste sábado alcançada pelo Museu de Leiria no European Museum Forum.

O Museu de Leiria venceu este sábado o The Silletto Prize, uma das distinções mais importantes da cerimónia anual dos prémios do European Museum Forum, numa gala que se realizou em Zabreb, na Croácia.

Este prémio serve de estímulo para a candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura em 2027, porque prova que temos capacidade para fazer parte da elite europeia”, disse o vereador responsável pela Cultura no município de Leiria, Gonçalo Lopes.

A Câmara de Leiria, que esteve representada naquela gala, disse ainda ser “um orgulho” esta distinção, “tendo em conta a qualidade dos museus que se encontravam nomeados, ao ser premiado naquele que é o concurso mais prestigiante a nível europeu”. “Este é um dia feliz para Leiria e para Portugal”, concluiu o autarca.

O prémio Silletto, recorda a autarquia, é entregue aos museus que tenham demonstrado excelência no envolvimento da comunidade, no planeamento e desenvolvimento do espaço museológico, e/ou que tenham garantido um apoio relevante através do trabalho com voluntários, com o objetivo de promover a qualidade pública do museu.

O prémio foi divulgado na cerimónia de entrega dos European Museum of the Year Award (EMYA), a decorrer em Zagreb, e que este ano comemora o 40.º aniversário.

Para João Neto, presidente da Associação Portuguesa de Museologia (APOM), a atribuição deste prémio “é da maior importância para o desenvolvimento da paixão pelos museus”. “E pela dedicação que as equipas dão aos seus museus, que muitas vezes são olhados como um custo. E isto é da maior importância para Portugal”, disse João Neto à agência Lusa.

Além deste museu, estavam também nomeados o Museu do Dinheiro, em Lisboa, e o Newsmuseum, em Sintra.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt