Volkswagen

10 novos Volkswagen este ano. Cinco inéditos

Na sua conferência anual, a Volkswagen revelou que, só este ano, irá lançar 10 novos modelos, cinco dos quais inéditos. E até avançou com datas de início de produção, inclusive para o português T-Roc.

Autor
  • António Sousa Pereira

O plano de médio prazo “Transform 2025+” foi, sem dúvida, o principal ponto da agenda do encontro anual que a Volkswagen levou a cabo no final da passada semana na sua sede, em Wolfsburg. Mas não o único, já que o evento serviu ainda para os responsáveis da marca darem a conhecer o seu plano de lançamentos para os próximos meses, como o prova o vídeo de cobertura do encontro divulgado pela própria marca, em que são referenciados 10 novos modelos a lançar em 2017, cinco dos quais totalmente inéditos.

Deste modo, foi possível ficar a saber que a nova geração do Polo, um modelo totalmente novo, assente na também nova plataforma MQB A0, acabada de estrear pela mais recente geração do Seat Ibiza, começará a ser produzido em Junho, o que significa que não poderá demorar muito até que seja oficialmente revelado pela marca alemã. Pelo seu lado, o “português” T-Roc, o SUV compacto derivado do Golf, fabricado em Palmela pela Autoeuropa, começará a sair das linhas de montagem da fábrica lusa em Agosto, rumo aos principais mercados europeus (um modelo que tem já confirmado o seu lançamento nos EUA, restando saber onde será, para tal efeito, produzido).

Ainda no domínio dos SUV, está marcado para Novembro o arranque da produção da nova geração do Touareg, na fábrica que a Volkswagen detém em Bratislava, na Eslováquia pelo que o mais certo é que a sua apresentação oficial venha a ocorrer em Setembro, no Salão de Frankfurt. Esta oportunidade foi aproveitada pela marca germânica também para confirmar que a sua aposta neste género de modelo não vai abrandar nos próximos anos, a ponto de a sua oferta, neste capítulo, passar dos dois SUV que actualmente inclui para 19 até ao final da década.

No calendário de lançamentos revelado são mencionados mais dois modelos. Um deles dá pelo nome de Virtus, e será a versão de três volumes e quatro portas do Polo, destinada à América do Sul e com início de produção marcado para Novembro.

Um mês mais tarde começará a ser fabricado o novo Jetta, como habitualmente destinado aos mercados da América do Norte.

Perante tudo isto, e na ausência de uma referência a qualquer outro novo modelo, tudo indica que o recém-apresentado Arteon continuará a ser o topo de gama da Volkswagen ainda durante mais algum tempo, tudo concorrendo para confirmar os rumores que o seu lugar só será ocupado por uma nova proposta lá mais para 2020, quando surgir um digno sucessor do descontinuado Phaeton, mas com propulsão exclusivamente eléctrica, muito provavelmente recorrendo à tecnologia que será estreada entretanto pelo primeiro eléctrico da Porsche, o Mission E.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote no primeiro concurso em Portugal dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVote agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site