Logo Observador
Cinema

“Velocidade Furiosa 8” fez disparar as estatísticas de cinema em Portugal

As salas de cinema portuguesas mais do que duplicaram em abril o número de espectadores e de receitas, face ao período homólogo de 2016, e uma das razões foi a estreia do filme "Velocidade furiosa 8".

Uma das razões para este aumento foi a exibição do filme "Velocidade furiosa 8", de F. Gary Gray

JENS KALAENE/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

As salas de cinema portuguesas mais do que duplicaram em abril o número de espectadores e de receita de bilheteira, face ao período homólogo de 2016, e uma das razões foi a estreia do filme “Velocidade furiosa 8”.

De acordo com os dados mensais do Instituto do Cinema e Audiovisual, em abril houve 1.864.998 espectadores, ou seja, mais 982.923 do que em abril do ano passado, e 9,9 milhões de euros de receita bruta de bilheteira, um valor muito superior aos 4,6 milhões de euros do mesmo período de 2016.

Uma das razões para este aumento foi a exibição do filme “Velocidade furiosa 8”, de F. Gary Gray, que se estreou a 13 de abril e somou mais de 631 mil espectadores.

O segundo e terceiro filmes mais vistos de abril foram “A bela e o monstro” e “As cinquenta sombras mais negras”, com 525.190 e 435.635 espectadores, respetivamente.

“São Jorge”, de Marco Martins, foi o filme português mais visto de abril com 40.846 espectadores.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

Dar-se ao respeito

Alexandre Homem Cristo

É arrasadora a indiferença dos partidos aos critérios éticos. Mas alguém se importa? O facto de as recentes eleições de Ricardo Rodrigues e António Gameiro mal terem sido notícia é esclarecedor.