Banco de Portugal

Banco de Portugal lança ferramenta para comparar preço das comissões bancárias

Banco de Portugal lançou ferramenta online que permite comparar as comissões bancárias por serviço e instituição. Comparador abrange para já contas base e de serviços mínimos bancários.

Getty Images

O Banco de Portugal lançou uma ferramenta online que vai permitir aos clientes bancários compararem o valor das comissões cobradas pelos bancos pelos serviços prestados. Para já, o comparativo de comissões apenas permite comparar as comissões associadas aos serviços de manutenção de conta de serviços mínimos e serviços de manutenção de conta base. Mas o objetivo é alargar o universo de serviços coberto por este instrumento.

O comparador vai permite conhecer as comissões por cada serviço prestado nos dois tipos de contas e por instituição e possibilitará também conhecer a evolução dos valores cobrados pelos bancos a partir deste ano que será disponibilizada num documento para download em formatos xls e cvs. Este documento vai passar a ter o histórico de todas as comissões cobradas para os serviços dos dois tipos de conta.

A iniciativa do Banco de Portugal surge num contexto do setor bancário, marcado por aumentos consecutivos das comissões cobradas pelos bancos que procuram assim alternativas de receita, perante o enquadramento de juros muito baixos que está a prejudicar a margem financeira e os lucros. Recentemente surgiram notícias sobre o aumento das comissões cobradas pela Caixa Geral de Depósitos, no quadro do plano de reestruturação. Também o BPI, agora controlado pelo CaixaBank, vai aumentar as comissões.

O comparador do Banco de Portugal será atualizado todos os dias, com base na informação fornecida pelas próprias instituições que são já obrigadas a mostrar os preços cobrados pelos serviços nas agências e nos sites.

As comissões foram o segundo principal motivo de reclamações dos clientes bancários no ano passado, representando 15,7% do total. Em 2016, o Banco de Portugal processou 14.141 reclamações, o que representa mais 4,8% do que ano anterior, apesar de ter sido um número inferior ao registado em 2014.

O supervisor instaurou 155 processos de contraordenação a 29 bancos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: asuspiro@observador.pt
Autárquicas 2017

As eleições de André Ventura

Rui Ramos

Não há no que André Ventura afirmou qualquer vestígio de “racismo” ou “xenofobia”. Mas este Verão, a nossa oligarquia política precisava de inventar um Trump de palha, desse por onde desse.  

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site